Elesbonenses abrem mão de ônibus e viajam de avião ou transporte próprio.

Itapemirim não mais circula por Elesbão Veloso

Em Elesbão Veloso, cai acentuadamente o número de pessoas que buscam ônibus para viajar. O Terminal Rodoviário José Osvaldo Barbosa, inaugurado há pouco mais de dois anos não tem o movimento esperado, e de longe não dá para comparar a décadas atrás, quando a cidade detinha as chamadas agências ou parada de ônibus, na Praça da Independência durante mais de quatro décadas e no Posto Paraíso por quase uma década e meia.

As empresas de transporte rodoviário que circulam por Elesbão já sentem o impacto do pouco número de passageiros, que só aumenta em períodos de datas especiais como a Semana Santa ou festas de final de ano. A tradicional Itapemirim que se encontra em ‘ruína’  e vive iminência de falência encerrou sua rota por Elesbão Veloso após mais de 40 anos.

Nos dias atuais, com a melhora da condição financeira, o que não se percebia nas décadas de 1970 e 80, em caso de viagem, os elesbonenses optam por avião ou utilizam o próprio transporte. Se continuar dessa forma as empresas de ônibus interestaduais vão entrar em bancarrota. (Por José Loiola Neto)