PERDA: Dona “Bem Alva” morre aos 97 anos em Teresina.

 

De causas naturais, faleceu agora a pouco em sua residência, no Conjunto Parque Piauí em Teresina, a aposentada Deolinda Nonata de Oliveira Cavalcante, a “Bem Alva”, de 97 anos.

Ela era mãe do seu “José da Bem Alva”, servidor estadual aposentado(atuava como vigilante) e avó do professor Brivaldo Cavalcante, ambos moradores do bairro de Fátima, aqui em Elesbão Veloso.

Além de “Zé da Bem Alva”, a idosa deixa outros três filhos- o senhor Getúlio, que por muitos anos foi motorista da empresa Líder, o senhor Chagas da Bem Alva e dona Lindava, esta reside no Rio de Janeiro.

Dona Bem Alva à época do Povoado Coroará atuava como boleira(venda de bolos) e café. Foi seu esposo, o senhor Adeládio, falecido na década de 1980.

Deolinda Nonata de Oliveira Cavalcante, a “Bem Alva”
Nasceu: 16 de dezembro 1918
Faleceu: 26 de agosto 2016.