Veja fotos e histórico dos 100 anos do senhor Cassiano José dos Santos.

Por José Cláudio Barbosa*

A Vida, é um dom divino, a maior bênção de Deus aos seres. Embora a rotina da existência, muitas vezes tire o brilho e o reconhecimento, desta grande maravilha de Deus sobre nós.

Viver é uma missão. Não estamos no mundo por acaso. Todos nós temos um caminho a trilhar, conquistas a realizar, motivados por sonhos e ideais. A Vida longa na Terra, ainda nos causa estranheza, talvez porque não saibamos os ingredientes desta receita, que só alguns podem apreciá-la. Privilegiados, são os que podem viver longos anos e colher os frutos das sementes fincadas na terra ao longo da jornada que recomeçamos todos os dias. Seu Cassiano, é um desses filhos escolhidos pelo nosso pai criados para permanecer mais tempo na Terra e construir uma história.

100 anos: Seu Cassiano segurado ao quadro que exibe fotos dele a da esposa já falecida.

Cassiano José dos Santos, nasceu em 15 de agosto de 1916, na localidade São Luis, próxima a Baixa Grande, hoje São Miguel da Baixa Grande. Filho de Francisca Maria da Conceição e Aureliano José dos Santos, numa família de três filhos, foi o 3º filho(caçula). O trabalho rural foi a sua escola, tendo em vista que naquela época eram muito grande as dificuldades para ter acesso aos estudos, o cultivo da terra e o cuidado com os animais eram as atividades repassadas de pai para filho, uma rotina de muito esforço que as crianças desde cedo já tomavam parte como forma de ajudar aos pais. Seu Cassiano conta, que em sua juventude, pôde desfrutar de momentos diversos, dentre estes, lembra dos amigos das diversões, de festas, novenas, aventuras e trabalho, porém, reforça que, nunca deixou de cumprir com suas responsabilidades. Casou-se aos 22 anos de idade, como Isabel Maria da Conceição, na cidade de São Félix em 1938, como quem constituiu uma família de 10 filhos, seu primeiro casamento.

Tempos depois, não prosperando o casamento com dona Isabel, casou-se com Maria do Carmo Gomes da Silva, com quem teve dois filhos.

Saindo da localidade São Luis, onde nasceu, veio com a família, morar na localidade Angelim, município de Elesbão Veloso, onde morou 13 anos, vindo em seguida para sede da cidade, onde reside até os dias atuais. Ao longo de sua existência, Seu Cassiano deixou muitas marcas, todas pautadas no trabalho e no respeito. Fez muitos amigos e originou uma família numerosa, sendo 12 filhos, podemos citar: Aldenora, Agnelo, Maria, Raimunda, José, Lúcia, Sebastiana(já falecida), Luzenir, Valtino.

Os quais geraram 34 netos, 62 bisnetos e 15 tataranetos, uma grande família que continuarão esta história, imortalizando os antepassados e construindo futuros irmãos de sangue.

Do alto de seus 100 anos, seu Cassiano é dotado de lucidez e boa memória, não tendo mais a visão, os outros sentidos lhe guiam e norteiam no meio em que vive. Ele mesmo faz questão de dizer que é feliz junto à família e amigos, mantém com vigor a vontade de viver e abraça todos os dias com alegria. Conta que em sua vida um pouco de tudo, agradece as graças alcançadas e a força que possui para enfrentar as dificuldades, mesmo sentindo o corpo cansado, os passos curtos, não firmes como antes, a voz baixa, audição fraca e a vista escura, não se sente incapaz, as vezes a alegria se renova e ele sente-se moço, e até brinca, faz humor e é muito atento às coisas à sua volta, um exemplo a todos nós.

Que as bênçãos de Deus possam lhe permitir saúde, paz e felicidade, junto aos que o amam e aos seus amados, por muitos anos e anos. Parabéns!!!. MAIS FOTOS

* José Cláudio Barbosa é um professor, produtor cultural, atual presidente da Apae de Elesbão Veloso e coordenador de arte da Federação das Apaes no Piauí.