PAPO COM IDOSOS: Seu Saturnino Teixeira, aos 73 anos se mostra avesso ao exame de próstata: “Deixa morrer como Deus quiser”.

Saturnino Teixeira da Moura, atualmente com 73 anos, nascido em Baixa Grande, zona rural de São Félix do Piauí, é conhecido em Elesbão Veloso para onde se mudou com familiares quando tinha apenas 11 anos de idade, pela atividade que exerce como comprador e vendedor de aves e caprinos. Antes também foi vaqueiro e agricultor, atividades que desenvolveu nas localidades Exú e Varjota.

Nos últimos meses conta ele na entrevista que conta da visão limitada suspendeu a venda de galinhas que fazia durante quase toda a semana, e de maneira mais efetiva aos sábados, durante a feira.

Seu Saturnino fala ao Papo com Idosos no Painel

Perguntado se cuida da saúde, especialmente sobre o exame de prevenção ao câncer de próstata, ele se mostra amplamente avesso ao exame, chegando a dizer que jamais fará, apesar da insistência dos filhos. Ele disse que se considera um namorador e talvez o exame possa lhe ‘atrapalhar’ mais tarde. “Deixa morrer como Deus quiser”, falou.

Casado com dona Sebastiana com quem teve ao todo seis filhos, a maioria reside em São Paulo. Dona Sebastiana faleceu em novembro de 2012. No momento, ele mantém união estável com dona Teresinha Valério, juntos residem no bairro Matias. Nas poucas andanças Brasil a fora, aos 19 anos, foi até Pedreiras-MA a procura de trabalho, por lá ficou apenas um ano.

Seu Saturnino está com 73 anos: “não penso em fazer o exame de próstata”

Seu Saturnino é um dos cinco filhos do casal Patrício Alves de Moura e Dionísia Alves do Espiríto Santo. Disse quer viver pelo menos até os 86 anos, idade alcançada pelo avô Rosa Moura, irmão do Major Angelo e do comerciante Nenoso Moura. (Por José Loiola Neto)