Presidente do Polo Sindical da Microrregião Valenciana, Maria Joaquina chama a atenção para importância da contribuição sindical.

Maria Joaquina: figura atuante no movimento sindical

Durante a última reunião de 2016 no Sindicato dos Trabalhadores(as) Rurais, Agricultores(as) Familiares de Elesbão VelosoSTTRAF-EV, sábado passado(17/12), a presidente do polo sindical da Microrregião Valenciana, Maria Joaquina, de Francinópolis-PI chamou a atenção da classe trabalhadora rural quanto à importância da Contribuição Sindical Anual, documento que ampara o trabalhador no ato do requerimento de benefícios junto ao Instituto Nacional da Seguridade Social-INSS, visto que é uma comprovação de de atividade rural.

– Muitas vezes, no momento que se dá entrada no pedido de benefício, o INSS se recusa a receber uma ficha da Secretaria de Saúde ou de acompanhamento de um Agente de Saúde. O guia de pagamento da contribuição sindical anual serve como prova de atividade rural.

Joaquina reclamou que no ato da compra de insumos agrícolas ou ferramentas utilizadas no campo como enxada, machado e foice, o comércio deveria fornecer nota fiscal, no entanto grande parte de representantes do setor se negam a fornecer o documento, dificultando a vida do trabalhador rural. Ela lembrou que todos os trabalhares rurais são obrigados a pagar a contribuição, uma vez por ano.

– É um documento que tem validade anual, a partir dele o trabalhador rural passa a se organizar.

Joaquina ressaltou que a contribuição é feita on-line, diretamente no sistema da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura- Contag, podendo ser paga no Banco do Brasil ou Caixa Econômica. A nota tem validade como prova de atividade rural, podendo ser retirada nos STR’s e paga até 30 de dezembro de cada ano. (Por José Loiola Neto)