Elesbão Veloso assustada com ocorrências policiais; sequestros e assaltos chamam atenção.

 
Nos últimos anos, Elesbão Veloso tem convivido com ocorrências policiais que destoam do cenário de tranquilidade e pacatez que a cidade respirou num passado não muito distante. O último fato que deixou atônitos moradores do antigo Coroatá foi o assalto e agressões física e psicológica que dois elementos armados com revólveres praticaram contra o vereador Fernando Moura(PP) e alguns de seus familiares na noite da última segunda-feira(9/1), quando foi levado o carro, celular, dinheiro e documentos pessoais dele, da esposa e outras pessoas que se encontravam na casa referenciada como do senhor Norberto Moura, avô de Fernando e falecido em 1990.

O Elesbão News, por meio do professor e radialista Loiola Neto fez um breve levantamento de fatos que chamam a atenção no quesito violência, e que ficaram registradas como longe da realidade cotidiana de uma cidade apenas mediana. Abaixo, um apanhado de acontecimentos da área policial em nossa cidade a partir de 2008.

No começo da madrugada de 12 de fevereiro de 2008, o empresário Raniere Lopes ficou na mira de revólver de bandidos que tentaram subtrair dinheiro. Á época, acusados foram presos, sendo que o caso chamou a atenção.

No ano seguinte- 2009, no dia 4 de maio, o empresário Tóim Sorriso, a esposa e um filho foram surpreendidos em casa por bandidos, que armados exigiam a entrega de dinheiro.  Na oportunidade, bandidos levaram o carro do empresário, sendo que horas depois foi recuperado.

Em julho de 2010, o então chefe de gabinete da Prefeitura Willian Oliveira foi vítima de 'sequestro relâmpago' praticado por um desconhecido que chegou a seu local de trabalho e o obrigou a sair em seu próprio carro, um Siena. Fato é que, por sorte, e eficiência da polícia, o veículo foi interceptado em Barro Duro, e o bandido acabou preso.

Março de 2011, o empresário Arnaldo Barbosa, sócio-gerente do Grupo Santa Lúcia e os filhos Alysson e Aécio Barbosa foram levados da sua residência localizados à Praça Santa Teresinha, os bandidos levaram o empresário até o Supermercado Santa Lúcia, no intuito de apanhar de dinheiro. Arnaldo e os filhos chegaram a ser amordaçados e foram liberados próximo a cidade de Curralinhos-PI.

Por: José Loiola Neto.
Postagem anterior
Próxima postagem
Notícias Relacionadas

0 comentários: