Bandidos furtam banco, arrasam Elesbão Veloso e população “paga o pato”.

Que situação desconfortável tem passado os elesbonenses. Os bandidos fazem e aprontam das suas, e nós “pagamos o pato”. Lá se vão mais de duas semanas que a agência do Banco do Brasil de Elesbão Veloso foi invadida, furtada, e em razão disso, por via de regra e recomendação da Superintendência Estadual as atividades foram suspensas, e não há até aqui, nenhuma informação precisa e concreta relativa a retomada das atividades.

Por conta da suspensão das atividades do BB local, tamanha tem sido a ida de elesbonenses à Valença do Piauí, hoje, aliás, longas filas com grande quantidade de pessoas de Elesbão Veloso, que se submetem ao sacrifício, em razão de terem gastar com deslocamento.

A cidade está literalmente parada, já que o dinheiro que circula é restrito, o comércio já sente o efeito. Um absurdo!. Os ladrões que agiram contra o BB de Elesbão Veloso por certo estão livres e a sociedade elesbonense vive o amargo dissabor de prejuízos, constrangimento e percalços.

A ação dos marginais verificada em 4 de fevereiro último arrasou a cidade, visto que além de danificar o cofre da agência, danificaram a central de comunicação, deixando fora do ar todos os canais de televisão de Teresina e comprometeu o serviço de telefonia móvel.

O vereador Edi Rifino(PSDB) em conversa com nossa reportagem garante que tem mantido contatos constantes com a Superintendência do Bamco do Brasil em Teresina, no sentido de agilizar a reativação do Banco. Sem opção para tanto, resta-nos aguardar.

Por: José Loiola Neto