Diego converte pênalti, Flamengo bate Vasco, quebra jejum e vai decidir Taça GB com o Flu.

Por: José Loiola Neto do Elesbão News

Depois de 9 jogos sem vencer, acumulando seis derrotas e três empates, o Flamengo finalmente derrotou o Vasco, por 1x0 neste sábado à tarde no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda-- gol de Diego cobrando pênalti aos 40 do primeiro tempo, além de quebrar a escrita, o Mengo chega a decisão da Taça Guanabara contra o Fluminense, que neste sábado confirmou vaga ao empatar sem gols com o Madureira.

Diego comemora único gol do clássico
A última vitória do Flamengo sobre o maior rival por 2x1 havia sido no estadual de 2015. A final da Taça Guanabara será no próximo domingo, dia 5 de março, no Engenhão. O Flamengo folga nesse meio de semana, não disputa jogos pela Primeira Liga, e agora foca a preparação para o Fla-Flu. Fora da disputa o primeiro turno do estadual, o Vasco volta a campo quarta-feira pela Copa do Brasil diante do Vila Nova em Goiânia.

A renda no estádio da Cidadania somou R$ 309.139,00 para 5.484 pagantes; 6.779 o público presente. Muito fraca a grana e o número de torcedores para um clássico considerado dos milhões. A indefinição em relação o local do jogo, decidido apenas na quarta-feira à tarde pode ter atrapalhado, mas o Carnaval em evidência neste sábado também contou negativamente para ida de torcedores ao estádio de Volta Redonda.

Torcida do Flamengo presente ao Raulino de Oliveira
FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 1 X 0 VASCO
 

Motivo: Taça Guanabara- semifinal- jogo único
 

Local: Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda-RJ
 

Data- dia- hora: 25 de fevereiro de 2017- Sábado- 17h
 

Árbitro: Leonardo Garcia Cavaleiro-RJ
 

Assistentes: Wagner de Almeida Santos e Jackson Massaro dos Santos ambos do RJ
 

Renda/público: R$ 309.130,00== 5.484 pagantes
 

Cartões amarelos: Trauco, Pará e Mancuello (FLA); Luan, Rodrigo, Jean e Kelvin (VAS)
 

Gol: Diego, de pênalti aos 40 do 1ºT
 

FLAMENGO: Alex Muralha, Pará, Rafael Vaz, Rever e Miguel Trauco; Rômulo, Willian Arão, Diego, Federico Mancuello (Gabriel) e Everton (Berrio); Paolo Guerrero (Felipe Vizeu. Técnico: Zé Ricardo
 

VASCO: Martin Silva, Gilberto, Rodrigo, Luan e Henrique; Jean, Douglas (Guilherme), Wagner (Escudero) e Nenê; Kelvin (Muriqui) e Thalles. Técnico: Cristóvão Borges
Postagem anterior
Próxima postagem
Notícias Relacionadas

0 comentários: