Fernando Moura fala sobre projeto que propõe mudança de regime trabalhista em Elesbão Veloso e assegura não querer prejudicar servidores. Leia

Por José Loiola Neto

O vereador Fernando Moura se reportou com relação o polêmico projeto do Executivo, que vem tramitando na Câmara e que trata com relação a alteração de regime trabalhista de Celetista(CLT) para Estatutário. Fernando garante que desde que teve acesso ao texto contendo as informações do projeto passou a estudá-lo e a buscar informações com profissionais de áreas afins, nesse caso pessoas que atuam no meio jurídico.

Vereador Fernando Moura fala ao Painel Popular.

– Todo mundo está no seu direito de estar preocupado. Eu também fico preocupado de Deus me livre prejudicar alguém, isso sinceramente eu não quero. Hoje estou vereador para um mandato de quatro anos, daqui a quatro anos poderão vir outros, nem sei se serei candidato, posso nem ser eleito, mas posso ser eleito. Não posso tomar uma decisão pensando em mim, tenho que pensar neles que são funcionários. Eu vou passar, eles vão ficar.

O vereador lembrou que assinou ao projeto somente após ouvir professores e pessoas de outras categorias, partes interessadas. Ele garante que não foi aleatoriamente, e sim esclarecido pelo advogado que atua para o município, nesse caso o Dr Uanderson Ferreira.

– Estou convicto que tomei uma decisão embasado no argumento de que o advogado nos repassou, em que ele foi questionado, depois de ouvir a muita gente, assinei ao projeto. Não estamos aqui para prejudicar nenhum servidor.