LEMBRANÇA: Valdenrique Alves, o Pintinho(1967-2007).

Pintinho: um elesbonense valoroso faleceu em 2007

Neste sábado, 4 de fevereiro/2017 se vivo estivesse, o elesbonense Valdenrique Alves, o “Pintinho”, um dos filhos de Dona Santa e “João da Água” completaria 50 anos. Ele faleceu em São Paulo em 2007, pouco mais de dois meses após ter completado 40 anos, em decorrência de uma enfermidade, a qual ele lutou bravamente até o final da vida.

Pintinho, amante do esporte, tendo se destacado como futebolista aqui em Elesbão Veloso, seguiu para terras paulistas na metade dos anos 1980, lá trabalhou em uma multinacional do segmento de automóveis, adquiriu uma situação financeira cômoda, casou, teve o prazer de ser pai, como estudante, já depois dos 30 anos, com muita garra e perseverança, conciliando trabalho e família, cursou faculdade e tornou-se engenheiro mecânico.

Valdenrique Alves,  mesmo estando em São Paulo, era costume a cada ano ou mais tardar dois anos  visitar sua terra natal para contato com familiares e amigos da Rua do Fio com quem disputou diversas partidas de confraternização a cada final de ano, especialmente no Nogueirão. O corpo de Pintinho encontra-se sepultado no cemitério Sambaíba, nesta cidade.

Ao amigo com quem tive o prazer de travar algumas conversas, devo dizer todas proveitosas, a minha sincera homenagem, na certeza de que não estás presente carnalmente, mas vivo no coração daqueles que aprenderam a gostar e desfrutar da sua amizade como ser humano valoroso. Descanse em paz, Pintinho!!!