Vereadora Graciosa Carvalho esclarece boatos sobre projeto que propõe mudança de regime trabalhista em Elesbão Veloso e desmente autoria da proposta: “Não seria irresponsável”

Por: José Loiola Neto do Elesbão News

Tramita na Câmara Municipal, projeto do Executivo propondo alteração do regime trabalhista dos servidores municipais de celetista para estatutário. A proposta tem deixado apreensivos trabalhadores das mais variadas categorias, temerosos em perder direitos trabalhistas conquistados.

O que não é de se estranhar, aliás o que muito acontece em Elesbão Veloso, “conversas distorcidas” em torno do assunto tem se espalhado à ponto de chegarem a dizer que os vereadores que compõem a Casa são os autores do polêmico projeto.

Vereadora Graciosa Carvalho esclarece boatos em torno de projeto trabalhista

Se sentindo prejudicada pela onda de boatos que tem havido, a vereadora Graciosa Carvalho(PTB) procurou nossa reportagem para fazer os devidos esclarecimentos e explicar a situação. Em contato com a reportagem do Painel Popular, a parlamentar se dirigiu aos professores, Agentes de Saúde e servidores aposentados e os que estão próximo de se aposentar junto a PMEV, informando que o projeto não é de sua autoria, e sim do Poder Executivo, sendo ele elaborado por um profissional formado em Direito, o modelo do projeto, ressalta a vereadora é semelhante ao implantado em outros municípios do Estado.

– Saíram comentários que a vereadora Graciosa estava colocando um projeto na Câmara para por pra fora servidores aposentados, que seriam demitidos sem direitos, que não era para contratar pessoas a partir de 50 anos, gostaria de dizer que isso não é verdade.

Graciosa Carvalho achou interessante a realização de Sessão para discutir o projeto, a qual aconteceu semana passada e contou com a participação do advogado Uanderson Ferreira, que elaborou o projeto, além disso estiveram nas dependências da Câmara, professores e representantes de diversas outras categorias do serviço público municipal, estiveram lá para tirar dúvidas e indagar parágrafos e itens não bem esclarecidos e o advogados pôde tirar várias dúvidas.

– Gostaria de lembrar que o meu parecer foi a favor e será a favor de cada projeto que sejam para corrigir erros ou leis antigas ou para trazer benefícios para nosso município. Fiquem tranquilos, eu jamais seria irresponsável de chegar a tanto, de elaborar projeto para prejudicar meus conterrâneos, não fui eleita para isso, jamais faria um papel desses.

A vereador encerrou dizendo que agradece aos que compreendem sua mensagem, quanto aos que estão comentando maliciosamente na rua, seria interessante que fossem às sessões na Câmara para ouvir de perto e somente a partir daí tirasse as conclusões para somente fazer algum comentário.