Chapecoense vence na Venezuela e Atlético-PR cede empate ao Católica na Arena da Baixada pela estreia na Libertadores

Por José Loiola Neto/ Libertadores 2017

Em jogo de estreia na fa se grupos da Copa Libertadores da América 2017, considerado histórico em sua trajetória, a Chapecoense conseguiu um grande feito ao vencer o Zulia da Venezuela por 2×1 na noite da última terça-feira(7/3) fora de casa e começar bem o torneio promovido pela Conmebol.

Um jogo marcado por superação, principalmente porque Wellington Paulista e Andrei Girotto tiveram problemas em seus passaportes e quase não chegaram a Venezuela. Os gols da Chape foram assinalados por Reinaldo e Luiz Antonio.

Lance do jogo Zulia 1 x 2 Chapecoense em Maracaibo

Ao término do jogo, o treinador Vagner Mancini disse que foi bom começar ganhando. Na sua opinião, a equipe teve muita consciência na parte defensiva, quanto ao fato do time ter se sentido bem na cidade de Maracaibo, o treinador aproveitou para agradecer ao povo da Venezuela.

FURACÃO CEDE EMPATE A TIME CHILENO
Ao fazer sua estreia na Copa Libertadores, também na última terça, o Atlético-PR não teve a mesma sorte, apesar de jogar em casa– na Arena da Baixada, empurrado por sua torcida, o Furacão não foi além do empate por 2×2 com a Universidad Católica do Chile, depois de estar vencendo por 2×0.

Autor de um dos gols do Atlético, o meia argentina Lucho Gonzalez alertou que a competição é complicada e não perdoa erros. Empolgado, tanto que comemorou o primeiro gol do seu time dizendo: “aqui não!”, o treinado Paulo Autuori, disse que em que pese o empate em casa, o Atlético fez um bom começo de Libertadores.