Elesbonense “Catirina”, filho da dona Maria Germana morre em acidente doméstico em Santo André-SP.

Por José Loiola Neto

Na quarta-feira, dia 15/03/2017, faleceu em Santo André-SP, vítima de acidente doméstico, o elesbonense FRANCISCO DAS CHAGAS SOARES DA SILVA, um dos filhos da aposentada Maria Germana, residente à Rua Dirceu Mendes Arcoverde, bairro Piçarra em Elesbão Veloso.

Conforme sua mãe, ouvida pelo Painel Popular/Eldorado FM Catirina, como era conhecido deixou Elesbão Veloso quando tinha apenas 18 anos rumo à São Paulo, onde casou, ele deixa uma filha.

Dona Germana disse que Catirina morreu ao cair de uma escada, momento em que fazia reparos em sua casa. Ela acrescentou recebeu a notícia acerca da morte do filho dois dias depois, portanto na sexta-feira, dia 17/3, por meio de um telefone da filha da vítima.

Desde que deixou Elesbão Veloso em 1977, Catirina não mais retornou a Elesbão Veloso, sua terra natal, onde exerceu atividades como vendedor de pães para o senhor Paulo Lacerda, e na usina do Renê Leal.

Em Santo André nos último anos atuava como vendedor de bebidas e trabalhava junto com um senhor que atendia pela alcunha de “Bigode”.

Dona Germana disse ao Painel que gostaria muito que o corpo do seu filho tivesse vindo para ser sepultado em Elesbão. Ela disse que pouco se comunicou com o filho nesses 40 anos em que Catirina esteve distante de Elesbão Veloso, além disso ele prometeu mas não veio lhe visitar uma vez sequer

O corpo de Francisco das Chagas, o Catirina foi velado e sepultado em Santo André no dia seguinte ao acontecimento.