Ríver vence Sampaio e dá bom salto para classificação na Copa do Nordeste.

Por: José Loiola Neto/Copa do Nordeste 2017

Diante de bom público, no Estádio Lindolfo Monteiro, no último sábado à noite, pela penúltima rodada da fase classificatória da Copa do Nordeste, o Ríver venceu o Sampaio Corrêa por 1×0 e praticamente confirmou sua classificação para próxima fase do torneio. Único gol do jogo assinalado por Tety a um minuto da etapa complementar.

Ríver e Sampaio em ação no Lindolfo

Jogando mal na primeira parte do jogo, o Ríver viu o Sampaio chegar várias vezes ao gol do goleiro Leandro. O time maranhense criou situações para marcar, e até chegou anotar um gol, que seria acertadamente anulado pela arbitragem, isso porque Otávio impulsionou a bola para o gol usando o braço.

Gol riverino foi anotado em excelente jogada do baixinho Téty, envolvendo toda a defesa da Bolívia Querida e tocando a bola para o fundo do gol do goleiro Jean. Mesmo depois de tomar o gol, o Sampaio pressionou até o final, mas o Ríver teve obediência tática para segurar o resultado.

O Ríver soma 10 pontos depois dessa vitória, estando próximo de confirmar classificação para etapa seguinte, algo inédito para o escrete piauiense, o Sampaio está eliminado, indo apenas cumprir tabela na última rodada.

FICHA TÉCNICA

RIVER 1 x 0 SAMPAIO CORREA

Motivo: Copa do Nordeste – 1ª fase – 5ª rodada – Grupo C

Data- dia- hora: 11/03/2017 (sábado- 18h

Local: Estádio Lindolfo Monteiro em Teresina – PI

Árbitro: Leo Simão Holanda-CE

Árbitro: Samuel Oliveira Costa e Renan de Aguiar da Costa ambos do Ceará

Renda/público: R$ 43.445,00 com 2.433 pagantes.

Gol: Tety

Cartões amarelos: Emerson, Viola, Juninho Paraíba, Leandro (RIV), Otávio e Cleitinho (SAM).

RÍVER: Leandro; Rossales, Oscar Brizuela, Gustavo Eugênio e Wesley/ Amorim (Emerson), Júnior Paraíba e Humberto; Viola, Tety (Negueba) e Rodrigo Tiuí (André Luiz). Técnico: Eduardo Húngaro.

SAMPAIO CORRÊA: Jean; Roniery, Breno, Renan Dutra e Esquerdinha; Otávio (Henrique), Daniel Barros, Diego Valderram, Cleitinho (Wesley) e Hiltinho; Giovani (Guilherme). Técnico: Francisco Diá