Antonio Carlos Valadares diz que reforma é uma violência contra os trabalhadores

Para o senador Antonio Carlos Valadares a reforma trabalhista apresentada e defendida pelo governo Temer é uma violência contra os trabalhadores e criticou o Senado Federal por não estar exercendo seu papel de casa revisora.

– Acho que essa legislação é uma violência. Além do mais, do jeito que nós estamos fazendo… O modelo, que o Senado Federal sempre foi uma Casa revisora, dentro do sistema em que nós vivemos…. Agora se tornou uma Casa igual à Câmara dos Deputados. Amanhã pode não ser necessário o bicameralismo no Brasil, o sistema bicameral no Brasil. Estamos assinando embaixo daquilo que seria impossível acontecer quando da primeira Constituição republicana idealizada por Rui Barbosa. –

O senador lamentou o fato do relator da matéria senador Romero Jucá não ter acatado nenhuma emenda proposta pelos demais senadores.

– Quero dizer a V. Exª, Presidente, que lamento muito. Das várias emendas aqui – foram apresentadas mais de 600 emendas – nenhuma foi levada em conta. Pelo menos uma, essa, por exemplo, a que estou defendendo, do acordado sobre o legislado, que é uma violência mesmo, poderia ter sido aceita. Nem essa foi aceita, nenhuma foi. –

Valadares ironizou a atuação do senador Romero Jucá sobre sua atuação na aprovação da referida matéria.

– O Relator, que é um homem sorridente, um homem que engole sapo-cururu com perna e tudo, um homem que aceita desaforo e não leva para a casa, é um homem que tem uma decisão sobre a qual não volta atrás. Tomou a decisão e acabou. Age como um verdadeiro monarca, e não em nome no monarca. Age como um verdadeiro monarca e não aceita qualquer alteração no seu projeto. – finalizou Valadares.