Diretor de esportes Manoel de Jesus Ribeiro de Morais, o Manelão destaca realização do Copão Ampar, maior torneio de futebol amador no Piauí.

Por José Loiola Neto/Esportes

Neste sábado(16 de setembro) no estádio Klebão em Barro Duro, será dada a largada para o II Copão Ampar, considerado na atualidade, o maior torneio de futebol amador no Piauí.  As seleções de Barro Duro e São Gonçalo do Piauí se enfrentam na partida principal, às 18h, após a preliminar entre as seleções de prefeitos e secretários de esportes do Médio Parnaiba. O Copão Ampar tem a frente no que se refere a coordenação geral, o elesbonense Manoel de Jesus Ribeiro de Morais, o Manelão.

A competição terá a participação de 32 seleções, que receberão uniformes patrocinados pelo Departamento de Esportes do Grupo Claudino, através do ex-senador João Vicente Claudino, amante e incentivador do esporte no Piauí.
Manoel de Jesus Ribeiro de Morais, o Manelão em entrevista a FM Eldorado

Na opinião de Manelão, em entrevista ao Papo de Bola, quadro do Painel Popular, o Copão Ampar é um torneio que chama a atenção e vem crescendo e despertando o interesse dos desportistas, prova disto foi a primeira edição em 2013, que contou com a participação de 24 seleções para a edição desse ano, até aqui, 32 seleções estão confirmadas, o número não chega a ser maior porque surgem situações que chegam a ser inusitadas.

- Em Pau D´Arco, o secretário conversou comigo disse que queria participar e colocar a seleção, mas o prefeito disse que o pessoal não está preparado, e quando o time vai jogar perde, nunca ganha porque o nível é muito baixo. O prefeito não quis colocar o time por entender que o time não ia ganhar nenhuma partida.

Segundo Manelão, a Copa AMPAR desperta um grande interesses das cidades participantes e o envolvimento é perceptível. A preparação do torneio começou em 7 de junho, de lá pra cá, a coordenação tem corrido bastante-- reuniões e mais reuniões, qualificação de árbitros em cursos, busca de material a ser utilizado no torneio etc.

- É um trabalho árduo e nem terminou, na verdade agora que está em 40% ainda falta 60% para gente atingir até o dia da abertura.
Manelão fala sobre realização do Copão Ampar

Na entrevista o diretor de esportes da Ampar também discorreu sobre regulamento e disse que que o documente permite a inscrição de três jogadores não possui domicílio eleitoral, ou seja, que não vota em determinado município. De acordo com Manelão, a ficha de inscrições pode constar 23 jogadores com domicílio eleitoral em sua cidade e três atletas que não votem naquele município. O diretor não esqueceu de fazer ressalvas importantes.

- Não pode pegar jogador de uma cidade que esteja participando do campeonato. O Lucas Barcelar(filho do ex-jogador Sima) que vota em Demerval Lobão e disputou o campeonato piauiense deste ano, vai disputar o campeonato por Demerval Lobão porque o regulamento diz que se ele vota no município, porém, mesmo sendo profissional pode atuar.

A Copa Ampar é uma oportunidade de geração de renda para as cidades envolvidas. Um detalhe para o campeonato desse ano em relação a primeira edição(em 2013) é que será permitido cobrar por ingressos, com uma ressalva, o valor não pode passar de R$ 3,00. Para Manelão, a movimentação nas cidades no final de semana será intensa.

- Serão seis jogos aos sábados e outros seis a cada domingo, e isso será durante alguns finais de semana

A primeira fase da Copa Ampar é disputada no sistema de jogos ida e volta dentro dos grupos, a partir da segunda fase(oitavas de final) acontecem jogos eliminatórios(mata-mata). Quarenta e seis árbitros vão trabalhar na Copa AMPAR, sendo que nessa edição teremos a primeira mulher da região Médio Parnaiba vai atuar na arbitragem, a jovem Naylenne, de Lagoa do Piauí, mas morando em Teresina, recém-filiada a Federação de Futebol do Piauí.  A final do Copão Ampar deve acontecer no dia 11 de novembro
Postagem anterior
Próxima postagem
Notícias Relacionadas

0 comentários: