Após ser agredido durante plantão no HENM em Elesbão Veloso, médico Francisco Dantas faz alerta e propõe harmonia entre profissionais de saúde e pacientes.

quarta-feira, 27 de setembro de 2017

Após ser agredido durante plantão no HENM em Elesbão Veloso, médico Francisco Dantas faz alerta e propõe harmonia entre profissionais de saúde e pacientes.

Por José Loiola Neto/Destaques de Elesbão

Na última sexta-feira(22/9), o médico Francisco Dantas, 26 anos, natural de Valença do Piauí, clínico geral, formado pela FACID/Teresina, atuando no Hospital Estadual Norberto Moura em Elesbão Veloso há algum tempo, procurou a reportagem do Painel Popular/Eldorado FM/Portal Elesbão News para fazer um alenta a população local, no sentido de que possa se estabelecer uma relação mais amistosa entre profissionais de saúde que atuam naquela unidade e os pacientes que a procuram.

A solicitação ocorre menos de uma semana depois dele ficar em meio a uma situação conflitante com o irmão de um paciente que aborrecido chegou a lhe agredir física e verbalmente, e diante o episódio desagradável, Dantas resolveu propor aos elesbonenses um pacto de bem viver, até para que os trabalhos no hospital fluam de modo satisfatório.

Médico Francisco Dantas repudiou atitudes violentas contra profissionais de saúde
O médio Francisco Dantas contou em entrevista que, em que pese conhecer muita gente na cidade e ter boa relação com muitos, destaca que de modo geral, tem havido práticas diárias de agressão contra profissionais de saúde, e com ele em especial, durante a madrugada do domingo(17/9) vivenciou um problema, o que fez com que recorresse o apoio da população no sentido de serem respeitados, na medida em que os profissionais ali estão para prestar serviços, atendimento e cuidados aos pacientes, e porque não-- salvar vidas, papel fundamente de todo médico.

- É preciso haver um respeito mútuo entre profissional e paciente, e esse respeito parte da gente; o paciente chega e nós procuramos atender da melhor forma possível, encontrar o diagnóstico, instituir o tratamento.

O médico lembrou que quanto as agressões ao profissional de saúde, seja ele médico, enfermeira ou técnico em enfermagem dificulta muito o atendimento porque quando o profissional deveria estar pensando numa melhor forma de tratar aquele doente, a pessoa vai está tentando se defender de agressões.
Dr Francisco Dantas fala a Eldorado Fm/Elesbão News

- Sem falar que tem o abalo psicológico, você fica na defesa, e isso acaba prejudicando o tratamento do paciente, além do que essas situações agride a dignidade humana do profissional que está aqui num regime de plantão de 24 horas que é estressante, mesmo assim você procura atender o paciente da melhor foram possível e de repente você se pega numa situação não esperada e desagradável.

Perguntando sobre o que estaria provocando as tentativas de agressões a profissionais de saúde em local de trabalho, Francisco Dantas disse entender que na maioria das vezes as pessoas possam estar agindo por desinformação, desespero por as vezes ver uma ente querido mal. Ao tratar sobre a situação em que esteve envolvido, Francisco Dantas

- Fico triste, ao mesmo tempo estou tentando motivar a população para que hajam de forma correta com essas pessoas que dão gás e sangue por essa instituição, dizer que o HENM estar de portas abertas para quem precisar e vai procurar oferecer o melhor possível do nosso trabalho.
O médico lembrou que

- Essas atitudes estão passíveis de punição; existe legislação que é contrária a esse tipo de conduta como por exemplo desacato ao funcionário público no exercício de suas funções, injúrias  com palavras que venham a  denegrir a imagem da pessoa, danos morais, dentre outras coisas, além do que o prejuízo do paciente.

O médico disse ter ficado constrangido com o ocorrido entre ele e o irmão do paciente, mesmo assim em momento algum reagiu e só pedia que o agressor não agisse daquela maneira, e do episódio tirou uma experiência positiva do caso, que foi o fato de não ter perdido o equilíbrio.

- Nunca imaginei que fosse passar por isso e que eu reagiria dessa forma, mas ficou o aprendizado e eu espero que os moradores vejam esse exemplo negativo e tire lição para que não volte a acontecer novamente.

Francisco Dantas encerrou dizendo que é preciso que haja harmonia, na medida em que gentileza gera gentileza, dessa forma quando o paciente procura o hospital e trata bem o profissional de saúde, a recíproca só pode ser verdadeira.

- Você desarma qualquer pessoa quando você dá um sorriso, um bom dia, então venham para cá se precisarem de nosso atendimento estaremos de portas abertas sempre, tenho o maior prazer de atender a população elesbonense e fica o alerta para que condutas como essas não voltem a se repetir.

Um comentário:

  1. O problema é visivel em hospurais publicos nessa regiao.
    Médicos fazem plantão em suas residencias, trabalham sem condições, falta material pra atendimentos simples.
    Demoram horrores pra atendimento de um cliente pra outro.
    E a população ja sabendo de todas essas deficiências ao precisar de um hospital ( ninguém vai ao hospital passear) certamente é porque naocesra dando mais pra segurar a dor e chegando lá se depara com todas essas dificuldades dé desespera mesmo.

    ResponderExcluir