Crime bárbaro em Elesbão Veloso, assassinato do mototaxista Zé Augusto completa 11 meses.

sábado, 28 de outubro de 2017

Crime bárbaro em Elesbão Veloso, assassinato do mototaxista Zé Augusto completa 11 meses.

Um dos fatos mais escabrosos em Elesbão Veloso nos últimos anos, o assassinato do mototaxista José Augusto Lopes está completando 11 meses neste sábado, 28/10, e passado todo esse tempo, a família ainda não teve, infelizmente, um desfecho ou resposta plausível por parte da polícia, tendo em vista atenuar a angústia.

A hipótese principal do assassinato é latrocínio(roubo seguido de morte) já que naquela tarde de segunda-feira, 28 de novembro 2016, após solicitar uma corrida partindo do terminal rodoviário José Osvaldo Barbosa, o acusado, que chegou ao local bem cedo e supostamente premeditou tudo ceifou a vida de Zé Augusto com um profundo e fatal golpe no pescoço e levou a motocicleta dele. O crime aconteceu em um trecho da estrada de acesso a localidade Gameleira, zona rural do município.

Menos de cinco depois, precisamente em 6 de abril, a Polícia Civil capitaneada pelo Dr Paulo Gregório, atual delegado de Elesbão Veloso e que está a frente das investigações recuperou a moto que estava em poder de dois elementos, que acabaram presos por terem adquirido o veículo que dias depois foi devolvido a família. O acusado de praticar o assassinato, no entanto, segue foragido. A informação que se tem é que a polícia na região de Picos não desistiu de prendê-lo e que estaria no encalço do dele.

Enquanto isso, os familiares de Zé Augusto, incluindo esposa, pai, filha, irmãos e tios seguem a mercê de uma solução para esse caso um tanto estranho e intrincado. Fato é que o mototaxista teve a vida abreviada de uma maneira perversa. Se vivo estivesse, no último dia 27 de setembro, José Augusto teria completado 36 anos. (Por José Loiola Neto)

Mototaxista Zé Augusto foi morto com golpe profundo no pescoço

Nenhum comentário:

Postar um comentário