Conhecedor do ramo sindical, Eliseu França lembra o tempo de dificuldade para trabalhadores rurais: "em 1970, não tinha nenhum benefício".

sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Conhecedor do ramo sindical, Eliseu França lembra o tempo de dificuldade para trabalhadores rurais: "em 1970, não tinha nenhum benefício".

Por José Loiola Neto/Elesbão News

Ouvido pela reportagem do Painel Popular/FM Eldorado/Portal Elesbão News, o dirigente sindical, tendo presidido o Sindicato Rural de Valença, e ocupante do cargo de vereador por mandatos seguidos naquela cidade, lembrou o início do movimento sindical brasileiro, em 1970. De acordo com Eliseu França, em 1970, não havia nenhum benefício que amparasse o trabalhador rural.

- O Sindicato Rural de Valença foi criado no dia 17 de outubro de 1970 e nessa época não havia sequer nenhum benefício que atendesse ao trabalhador rural, apenas no dia 25 de maio de 1971, o governo federal por meio de resolução criou o Fun-rural, que passou a pagar apenas meio salário mínimo para o trabalhador rural, quando ele completasse 65 anos, e as mulheres, nada.

Eliseu disse que inconformados com a decisão e falta de vontade do governo, o movimento sindical não se calou e foi a luta, acampando em Brasília, ocupando prédios públicos e fazendo passeatas para que houvesse uma mudança da situação.

- Hoje graças a Deus, a partir da Constituição de 1988 ganhamos o direito de um salário mínimo para os trabalhadores rurais, 13º salário, pensão para as mulheres, salário maternidade e auxílio reclusão.

Eliseu disse que foram conquistas e direitos conseguidos com muita luta, e não houve nenhuma bondade por parte o governo, que nada mais faz do que sua obrigação ao conceder os benefícios.

Nenhum comentário:

Postar um comentário