VIOLÊNCIA: Negão do Severo é alvejado por disparo no Biriquinha Coimbra em Elesbão Veloso e corre risco de morte

sábado, 13 de janeiro de 2018

VIOLÊNCIA: Negão do Severo é alvejado por disparo no Biriquinha Coimbra em Elesbão Veloso e corre risco de morte


Por José Loiola Neto/ com Informações do setor policial

Durante a madrugada deste sábado(13 de janeiro 2018) o trabalhador braçal Antonio Marcos Eduardo da Silva, alcunhado "Negão do Severo", 31 anos, foi alvejado com um disparo de arma de fogo em fato ocorrido em frente o "Bar da Miúda", no Conjunto Biriquinha Coimbra, bairro Novo Elesbão, nesta cidade de Elesbão Veloso-PI. Conforme apurado, foram disparados quatro tiros, mas apenas um atingiu Negão na altura do peito. O projétil teria alcançado um dos pulmões, assim sendo, ele estaria correndo risco de morte.

No final da manhã desse sábado, Negão que atua como coveiro no Cemitério Sambaiba foi submetido a cirurgia no Hospital de Urgência de Teresina-HUT. Em sua companhia está a mãe, a dona de casa Dinalza Maria da Conceição Silva. O estado dele é considerado grave.

Ouvida pelo Painel Popular/Fm Eldorado a dona de casa Severina Maria da Conceição Eduardo, irmã do Negão disse que ele teve discussões com um rapaz que ela afirmou não conhecer, o em princípio começou durante uma seresta que vinha ocorrendo em uma lanchonete localizada na Rua do Cruzeiro. E continuou em frente a um bar no Novo Elesbão Veloso, a cerca de 600 metros do local onde se realizava a seresta.

O motivo da confusão envolvendo as partes até aqui é desconhecida. No local havia muito sangue. Negão foi socorrido e deu entrada no Hospital Estadual Norberto Moura-HENM por volta das 4h da manhã, mas a transferência para Teresina aconteceu somente às 6h por falta de ambulância. É bom que se diga que para que isso acontecesse, conforme apurado por nossa reportagem foi necessário vir uma ambulância da vizinha Francinópolis.

Ao Painel Popular a dona do bar-- Miuda disse que nada viu e que no momento dos disparos já havia fechado o bar e se preparava para dormir. Disse que saiu apenas depois que viu um alvoroço na parte externa do estabelecimento, e Negão lhe pedindo socorro. Nesse instante o acusado já havia empreendido fuga.

Os PM´s F.Santos(Ramin) e J.Neto(Amaral Neto) foram ao local e realizaram as primeiras diligências em torno do caso. Importa frisar que apenas F.Santos estava no plantão. J.Neto mesmo de folga, atendendo um pedido do colega participou dessa ação.

O delegado Paulo Gregório não se encontra em Elesbão Veloso. A reportagem tentou, mas não conseguiu falar com ele. Até o fechamento dessa matéria, a autoridade não havia retornado as ligações.

De acordo com a PM, dois acusados de participação do ato contra Negão do Severo estão foragidos. Um disparou contra a vítima. O outro é dono da arma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário