Bandidos tentam assaltar idoso na Baixa da Ponte, zona rural de Elesbão Veloso.

domingo, 20 de maio de 2018

Bandidos tentam assaltar idoso na Baixa da Ponte, zona rural de Elesbão Veloso.

Idoso: imagem ilustrativa

Por José Loiola Neto/Destaques de Elesbão Veloso- Polícia

O aposentado José Teófilo Dantas, o Zé do Né, 84 anos, morador da localidade Baixa da Ponte extrema com a Serra do Carneiro, zona rural de Elesbão Veloso passou por situação desconfortável e de risco quando no começo da tarde do último dia 29 de abril, um domingo, dois sujeitos desconhecidos invadiram sua casa no intuito de subtrair dinheiro.

Seu Zé do Né, viúvo´desde 1996, sendo ele pai da conselheira tutelar, a professora Helena Dantas e avô do ex-goleiro Quirino se viu acuado nas mãos dos marginais que agora também passaram a cometer delitos na zona rural.

Em conversa com um de seus netos, o designer Charles Dantas, que reside em Teresina e contou com exclusividade a nossa reportagem que os sujeitos agiram na mais pura maldade e má intenção.

Segundo Charles, os bandidos chegaram à casa por volta de 13h, horário em que o idoso aproveita para descansar.

- Eles quiseram se aproveitar do meu avô que àquela altura estava sem proteção nenhuma e sem ninguém, estava sozinho e até dormindo estava quando dois meliantes chegaram lá anunciando assalto. Eles queriam levar algo de valor só que lá nada tem de valor. O que eu sei é que enquanto um tentou segurar ele pelas costas covardemente o outro revirava as coisas dentro de casa.

Corajoso, Seu Zé do Né se soltou e lutou contra o indivíduo e conseguiu sair e correu até a casa de um filho que mora ali próximo, ele pediu socorro, mas ao retornar os acusados já haviam se evadido do local, conforme Charles Dantas.

- Graças a Deus não aconteceu o pior, porque eles poderiam ter atentado contra a vida do meu avô, mas foi só um susto. Acho que eles agiram por maldade.

Charles disse que Seu Zé do Né não abre mão de morar na zona rural e não ventila sequer a hipótese de vir para cidade, sendo que o local que ele mora é meio que "isolado" ficando a cerca de 400 metros na estrada vicinal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário