Sindicalista Maria Joaquina pede valorização da agricultura familiar e põe em dúvida a qualidade de frutas e verduras vendidas em bancas: "caros e cheios de veneno"

quinta-feira, 31 de maio de 2018

Sindicalista Maria Joaquina pede valorização da agricultura familiar e põe em dúvida a qualidade de frutas e verduras vendidas em bancas: "caros e cheios de veneno"

Maria Joaquina discursa durante reunião no STTRAAF

Por José Loiola Neto

Conhecida por seu jeito destemido ao falar, a sindicalista Maria Joaquina, de Francinópolis-PI, atual presidente do polo sindical da microrregião valenciana causou polêmica ao falar durante a mais recente reunião no Sindicato Rual de Elesbão Veloso, quando fez uma abordagem sobre a agricultura familiar, mas a dificuldade maior e pouca importância pode ser percebida quando agricultores(as) não acreditam no seu próprio trabalho.

Para ilustrar a problemática, Joaquina citou um caso peculiar constatado na sua cidade que precisou esperar 56 anos para criar e promover sua primeira feira da agricultura familiar, mesmo assim, a população abre mão dos produtos conhecidos e tradicionais na nossa região para arriscar adquirindo frutas, verduras e legumes com qualidade suspeito.

- Temos abóbora, quiabo, temos galinha, porco, leite, ovo, banana, goiaba, laranja, umbu, todo isso produzido a partir da agricultura familiar. São produtos que precisam ser valorizados por nós, é nós que temos que acreditar, e porque nós não valorizamos a nossa própria produção?, tá na hora dessas bancas que estão aqui que trazem produtos para a gente comprar  produtos caros, cheios de veneno, nós ocuparmos esses espaços.

Joaquina entende que os produtos estão caros no comércio porque os agricultores familiares tem, porém não valoriza, e prefere comprar nas mãos de terceiros. Disse que não poderia deixar de expor o assunto porque tem percebido a falta de valorização dos produtos da agricultura familiar.

- Vamos trazer e vender na feira, vender para as escolas, para os hospitais são produtos nossos. Precisamos resgatar e valorizar a agricultura familiar, precisamos valorizar nossa produção, acho que no momento que os produtos da agricultura familiar forem valorizados vão baixar os preços nos supermercados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário