Elesbão Veloso requer plano para controle da população canina

sábado, 30 de junho de 2018

Elesbão Veloso requer plano para controle da população canina

Cão com ferimentos pelo corpo. Foto enviada por moradora da Rua Mozar Soares, no Matias

Por José Loiola Neto

Falta de controle da população canina em Elesbão Veloso desencadeia problemas, um deles, o surgimento de doenças como o calazar. Durante a semana passada um cachorro morreu em decorrência da doença na cidade.

Sobram reclamações dos munícipes desejosos de que o setor da Vigilância Epidemiológica desenvolva uma campanha de conscientização junto aos donos de animais.

É verdade, entretanto que, grande parte de cães que andam pelas ruas não possuem donos. Há também discrepâncias, principalmente em áreas periféricas da cidade, onde há residências que as pessoas chegam a ter pelo menos seis cachorros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário