Capitão Antonio Santos comenta sobre a criação da Companhia da PM em Elesbão Veloso

sexta-feira, 27 de julho de 2018

Capitão Antonio Santos comenta sobre a criação da Companhia da PM em Elesbão Veloso

Capitão Santos em entrevista ao Painel Popular

Por José Loiola Neto

Em contato recente com nossa reportagem, o capitão Antônio Santos falou a respeito da possibilidade de Elesbão Veloso vir a contar futuramente com uma companhia de policiamento da PM. Santos, que já havia cogitado sobre a possibilidade no começo do ano, quando aqui esteve para tratar a respeito de estratégias de segurança para a cidade afirmou que somente quando Valença do Piauí passar a contar com o 22º Batalhão, Elesbão Veloso passaria a dispor da 2ª Companhia PM.

Segundo o capitão, a região valenciana poderia ainda dispor de outra companhia da PM-- a 3ª, que ficaria na cidade de São Miguel da Baixa Grande. Esta cidade seria contemplada em razão de ter uma estrutura muito boa para tal, principalmente no que diz respeito a prédio. No tocante a Elesbão Veloso ficariam subordinadas a Companhia local as cidade de Várzea Grande, Francinópolis e Tanque do Piauí.

O projeto de criação de Batalhões e Companhias da PM foi encaminhado a Assembleia Legislativa, mas acabou sendo vetado pelo governador que alegou dificuldades financeiras para arcar com o funcionamento dos novos estabelecimentos para a PM.

Capitão Santos argumentou que a criação dessa Companhia para Elesbão Veloso é um sonho antigo, o qual ele defende e disse estar confiante que por todo esse segundo semestre o projeto deverá ser aprovado na Alepi, haja visto que é uma necessidade muito grande da PM. Além do Batalhão de Valença, completa Capitão Santos, está previsto a abertura dos batalhões de Altos, Luis Corrêa e Parnaíba.

- A abertura desses batalhões seria muito benéfico para a PM porque criaria além das vagas uma comodidade maior para essas cidades, no caso de Valença a gente se desligaria do 4º Batalhão em Picos e ficaríamos sendo um batalhão independente, uma unidade gestora e só quem tem a ganhar é a microrregião valenciana.

Capitão Santos encerrou dizendo que apesar das dificuldades, a PM está sempre atenta e presente nos 224 municípios do Estado, e Elesbão Veloso, em especial, é uma cidade privilegiada porque sempre conta com contingente policial maior quando comparado a outros municípios piauienses.

- A gente queria que toda cidade tivesse um contingente maior do que o atual, mas é nossa realidade, ai em Elesbão Veloso, temos o delegado Paulo Gregório, o Cabo Clarindo que sempre se coloca a disposição, aqui em Valença o nosso canal de comunicação está sempre aberto para a população fazer suas reclamações, estamos aqui para atender a população.

Nenhum comentário:

Postar um comentário