DE OLHO NA LÍNGUA- Dicas de português com professor Antonio da Costa de Sobral-CE- Material de domingo, 19/08/2018

domingo, 19 de agosto de 2018

DE OLHO NA LÍNGUA- Dicas de português com professor Antonio da Costa de Sobral-CE- Material de domingo, 19/08/2018

Se eu disser que já “deu três horas” cometo erro?
Se você disser assim estará cometendo erro de concordância verbal, porque o verbo “dar” concorda com o número de horas. Portanto, você deve perguntar: Já deram três horas?

Eis outros exemplos: Deu uma hora e, logo em seguida, deram duas horas; Quando davam cinco horas, a empregada saía; Estão dando quatro horas neste instante. (Como se vê, quando aparece verbo auxiliar, este também varia).

Se, na frase, a palavra relógio funcionar como sujeito, o verbo ficará, logicamente, no singular. Ex.: Deu oito horas agora mesmo o relógio da matriz.

Os verbos “bater” e “soar” usam-se igualmente. Veja: Bateram cinco horas neste instante; Devem estar batendo (ou soando) onze horas agora.

Já são “uma hora e quarenta e cinco minutos”
Diga com absoluta certeza: Já é uma hora e quarenta e cinco minutos. O verbo só vai para o plural a partir de “duas horas”. Se você quiser, poderá construir a frase assim: São treze horas e quarenta e cinco minutos.

Quando ofereço alguma coisa a alguém, devo perguntar: “está servido” ou “é servido”?
Pergunte, de preferência: “é servido’’ (a homem) e “é servida?” (a mulher). A frase com o verbo “estar” pode dar a impressão de que a pessoa já se serviu daquilo que lhe oferecemos.

Quantas palavras possui, atualmente, o vocabulário português?
O vocabulário português possui atualmente cerca de 500 mil palavras. No século XVI, contudo, a Língua Portuguesa só tinha 10 mil. O novo contingente vocabular está representado por derivações, composições, convenções, onomatopéias, neologismos, estrangeirismos, adaptações, incorporações, etc.

Como devo perguntar: “Que cor é a sua camisa?” ou “De que cor é a sua camisa?”
Entre essas duas perguntas, a mais consistente, sem dúvida, é a segunda, que admite esta resposta: Minha camisa é da cor verde. Melhor, contudo, será perguntar “Qual a cor da sua camisa?”, que teria como resposta, por exemplo: A cor da minha camisa é verde. Há uma terceira hipótese: Que cor tem a sua camisa? – Minha camisa tem cor verde.

A frase “O caso constitui num problema para a polícia” está correta?
Não. Não está, porque o verbo “constituir” é transitivo direto; “constituir-se” é que é transitivo indireto. Portanto, construiremos indiferentemente: “O caso constitui um problema para a polícia” ou “O caso constitui-se num problema para a polícia” está correta? Outros exemplos: Marca própria constitui um bom negócio para empresas (ou: Marca própria constitui-se num bom negócio para empresas); A burocracia constitui um óbice ao acesso à justiça (ou: A burocracia constitui-se num óbice ao acesso à justiça).

Está correta a frase: “Dois” vezes dois são oito?
Não. Não está. Se “vezes” é palavra feminina, o numeral deve acompanhá-la: Duas vezes quatro são oito. O número que aparece depois da palavra “vezes” não varia porque se toma como substantivo.

(*) Professor Antônio da Costa é graduado em Letras Plenas, com Especialização em Língua Portuguesa e Literatura, na Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA). É, também, servidor do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) de Sobral. Contatos: (088) 9409-9922 e (088) 9762-2542.

Nenhum comentário:

Postar um comentário