Grupo de produtores culturais articula criação de fundação cultural em Elesbão Veloso.

domingo, 26 de agosto de 2018

Grupo de produtores culturais articula criação de fundação cultural em Elesbão Veloso.

 Por José Loiola Neto

Nos próximos dias Elesbão Veloso deverá ganhar uma fundação cultural. Para tanto, um grupo de produtores culturais, amantes e entusiastas da cultura local, dentre eles os professores José Cláudio Barbosa, diretor de comunicação e a secretária executiva Tetê Marques. Eles conversaram com nossa reportagem e contaram sobre a fundação cultural que tem a frente a presidente professora Maria Celina e Silva.

José Cláudio disse que a finalidade da fundação é principalmente dá suporte aos artistas e a produção cultural local. Acrescenta que para o desenrolar do projeto há um grupo muito bom envolvido.

- Estamos pleiteando a oficialização, a formação e legalização da entidade para que tão logo ela venha a público em Elesbão Veloso para mostrar seus objetivos.
José Cláudio Barbosa
Como forma de alavancar a formação da fundação, o grupo promoveu sexta-feira passada, na Pizzaria Zumbi um rodízio de pizza com música ao vivo. O evento foi um tanto proveitoso, conforme os organizadores.

- Nós tivemos reunião  com o grupo de produtores culturais da entidade e chegamos ao entendimento que precisávamos buscar uma forma de angariar recursos para enfrentar essa problemática toda, porque para você instituir uma entidade ele onera, tem custos porque você tem todo um trâmite legal que inclui cartório e outras instâncias, questões também com a Receita Federal e advogados.

Por sua vez, a professora Tetê Marques(Tetê da Daluz) que residiu por 19 anos em Santana de Parnaíba e se encontra em Elesbão Veloso desde o ano passado, disse que foi convidada pela professora Celina e Silva para conhecer sobra a ideia da fundação e resolveu abraçar a causa por ter uma preocupação muito grande com a questão cultural no município.

- Desde sempre eu fiz parte de movimentos quando eu morava aqui, de movimentos que envolvia a cultura, teatro, festa junina que era algo que chamava a atenção, e ai percebi que essa fundação era a oportunidade que nós teríamos de trazer para Elesbão Veloso para ter a cultura de volta, essa cultura que ainda não morreu porque o Zé Cláudio insistiu durante todos esses anos com seu grupo Reflexo do Amanhã no Santa Clara.
Professora Tetê Marques

Tetê completou dizendo que a ideia da fundação é trazer à tona os artistas que estão 'escondidos por ai', na medida em que Elesbão Veloso possui talentos natos, guardados nos casulos e que precisam ser trazidos à amostra. Ela traça um panorama otimista quanto ao surgimento da fundação.

- Não tenho dúvidas que Elesbão Veloso vai abraçar de forma mais calorosa ainda o acolhimento para a criação dessa fundação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário