Bolsonaro prova que é possível ser eleito só (sem acordo politico), quebra sistema, e Brasil tem primeiro presidente eleito honestamente

quarta-feira, 31 de outubro de 2018

Bolsonaro prova que é possível ser eleito só (sem acordo politico), quebra sistema, e Brasil tem primeiro presidente eleito honestamente

O presidente eleito no último domingo (27), Jair Bolsonaro, mostrou e provou que é possível vencer sim, uma eleição sozinho (sem apoio de políticos e partidos tradicionais). Candidato em um partido pequeno, PSL, e sem ninguém pra querer ser seu vice, encontrou em outro partido ainda menor PRTB, o general Hamilton Mourão para compor a chapa até então desacreditada.

Renegado por partidos tradicionais onde ninguém acreditou em sua eleição e preferiram ficar ao lado de políticos tradicionais como Geraldo Alckmin e Ciro Gomes. A classe politica tradicional, acostumada a ficar ao lado sempre de quem ganha terá que se curvar diante de um presidente eleito apenas com apoio popular. Apoio esse que sempre era desdenhado por pessoas que acreditavam que a maioria ainda escolheria quem os grandes meios de comunicação escolhiam e onde políticos mandavam, aquele velho voto subjugado.

Apenas com um celular com internet, Bolsonaro liderou toda a campanha politica, do inicio ao fim e se sacramentou vencedor sem precisar vender a alma a partido tradicionais como PR, PP, DEM, PSD, PTB.

Os dirigentes destes partidos já pediram arrego e querem um pedaço do improvável 'bolo'. Visto que o capitão não é de se curvar e os mesmos são acostumado a receber ministérios e benefícios em troca de apoio politico, fato que Bolsonaro vem refutando desde o inicio de sua carreira politica, onde se mostra totalmente contra o toma lá, dá cá.

A prova é que enquanto o candidato Haddad implorava por apoio do candidato Ciro Gomes no segundo turno, Bolsonaro inflava e pedia que seu exército nas redes sociais trabalhassem e aumentassem a campanha e pedia que cada um conseguisse apenas mais um voto e com isso sairia do pleito vitorioso. Fato que foi provado no incio da noite do último domingo (27).

Nenhum comentário:

Postar um comentário