EFEITO BOLSONARO: Supervisor do Emater-PI em Elesbão Veloso Valdeci Alves, o Dedé destaca que para novos contratos de custeio agrícola será necessário análise de solo da terra.

segunda-feira, 7 de janeiro de 2019

EFEITO BOLSONARO: Supervisor do Emater-PI em Elesbão Veloso Valdeci Alves, o Dedé destaca que para novos contratos de custeio agrícola será necessário análise de solo da terra.

 
Em nota encaminhada ao Elesbão News, no que diz respeito a renovação do custeio agrícola do Banco do Brasil, o supervisor territorial do Emater-PI em Elesbão Veloso, o técnico agrícola Valdeci Alves de Araújo, o Dedé disse que já começou a renovação liberação dos custeio, contudo, se faz necessário a apresentação do contrato de arrendamento, registrado em cartório e caso o contrato seja com valores acima de R$ 5.000,00(Cinco mil reais) é preciso também a realização de análise de solo da terra.

Tais medidas, acrescenta Dedé, foram tomadas recentemente pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário(MDA) e que só burocratiza ainda mais o acesso ao crédito rural.

Ele encerra dizendo que na condição de supervisor territorial do Emater e agente de assistência técnica e elaborador de projetos, só resta cumprir tais decisões, e já percebe o chamado EFEITO BOLSONARO.
 

Dedé se coloca a disposição para esclarecimentos, se fizerem necessários, no Emater local(Elesbão Veloso) ou pelo celular 86 9 9408-8508.

Nenhum comentário:

Postar um comentário