MASSACRE: Em jogo de estreia pela Copa Cidade de Elesbão Veloso Piçarra amassa Villa Real com goleada de 8 a 1; Jailson faz 5 e se torna artilheiro.

domingo, 24 de fevereiro de 2019

MASSACRE: Em jogo de estreia pela Copa Cidade de Elesbão Veloso Piçarra amassa Villa Real com goleada de 8 a 1; Jailson faz 5 e se torna artilheiro.



Por José Loiola Neto/Copa Cidade 2019

Na tarde chuvosa deste sábado(23 de fevereiro), em jogo de estreia, Piçarra e Villa Real fizeram um jogo movimentadíssimo, cheio de gols, no Nogueirão, que em que pese as adversidades provocadas pelas precipitações recebeu um público superior a 300 pagantes. Ao final dos 90 minutos a partida válida pelo Grupo-B da Copa Cidade apontou vitória da Piçarra por 8 a 1 diante de um Villa Real atônito, talvez pelo fato de ainda estar dando os primeiros passos do futebol local.

O JOGO
Nem mesmo a chuva que caiu atrapalhou o espetáculo. Ainda que pesado, o gramado do Nogueirão proporcionou a boa prática do futebol para os dois times. A Piçarra era pura pressão desde os minutos iniciais da partida mas o Villa também chegava ao ataque ainda que de maneira tímida.

Era praticamente um jogo de defesa contra ataque. O primeiro gol só surgiu próximo dos 30 minutos. A Piçarra pecava bastante, desperdiçou algumas boas chances com o trio Jailson, Mayke e Reis chutando para fora ou esbarrando nas boas defesas do jovem goleiro Dênis, que nada pôde fazer nos gols que levou.

Após o primeiro tento anotado por Jailson que ainda balançaria a rede outras 4 vezes e se tornaria artilheiro isolado da Copa Cidade até aqui, a Piçarra se encontrou em campo e começou a construir o resultado, o primeiro tempo terminaria 4 a 0, e poderia ter sido 5, não fosse a infelicidade do meia atacante Babo, que desperdiçou uma penalidade máxima.

No segundo tempo na casa dos 10 minutos surgiu o gol de honra do Villa Real, numa cobrança de escanteio faltou comunicação da defesa e o goleiro Gustavo acabou traído pela bola e fez contra o único gol adversário. Depois desse gol aparentemente o Villa esboçava uma reação, porém se não faltava vontade por parte de seus atletas o entrosamento deixava a desejar, e a Piçarra com boa parte do seu grupo atuando há algum tempo não teve dificuldade para continuar mandando na partida e assinalando mais 4 gols, sendo 3 por intermédio de Jailson e Reis, este autor do último, cobrando pênalti.

Piçarra e Villa Real fizeram um jogo do ponto de vista emocional bom para quem gosta de gols. Não faltou vontade por parte das duas equipes, apesar do estado do gramado, sobretudo após as fortes chuvas. Por certo, a Piçarra sorriu, saiu satisfeita, projetando o próximo compromisso com tranquilidade, o mesmo não pode ser atribuído ao Villa, que tem motivos de sobras para se preocupar, visto que depois dessa goleada numa chave difícil a palavra Reabilitação já no próximo duelo precisa fazer parte dos planos de jogadores e comissão técnica para não tornar iminente uma eliminação precoce do torneio municipal.

FALAS
Ao término da partida em conversa com nossa reportagem, o treinador Eduardo Welton da Piçarra disse estar satisfeito pelo rendimento da sua equipe, mas ainda projeta melhoras para a sequência do torneio. Do lado do Villa Real, o jovem goleiro Dênis que não teve culpa pelos gols sofridos e que praticou boas defesas antes da abertura do marcador considerou natural o resultado, levando em conta o conjunto de ambas as equipes.

PROTAGONISTAS
Na Piçarra, destaque para o conjunto, a equipe num todo deu mostras que é favorita ao título. Jailson autor de cinco gols que o tornou artilheiro da Copa Cidade 2019 e o jovem Reis pelos 3 anotados merecem aplausos, porém, um nome não pode ser esquecido o camisa 17 Jairinho de Oeiras foi sem dúviva o homem mais lúcido em campo, dos pés dele surgiram várias jogadas que culminaram em gols. No Villa Real, o goleiro Dênis mesmos tendo sofrido 8 gols deixou uma boa impressão, o camisa 5 Zé Hilário também agradou, e o centro avante Jarlan poderia ter sido eficaz no entanto a bola pouco chegou nele para converter os gols que sua equipe precisava.

ARBITRAGEM
Terceiro jogo seguido apitado por Ozanan Lima, de São Pedro do Piauí, tendo como assistentes o elesbonense Lindomar Soares e o francinopolitano José da Cruz. Arbitragem tranquila, com poucos erros, sem interferência no resultado ou erros capitais que pudessem interferir no bom andamento do jogo.

PRÓXIMOS JOGOS
Na busca pela classificação antecipada para a segunda fase em caso de vitória, a Piçarra voltará a campo para duelo diante da Escolinha M.A, dia 17 de março. Por sua vez, tentando a reabilitação para se reencontrar na Copa Cidade, o Villa Real enfrentará a mesma Escolinha MA só que no dia 31 daquele mês. Jogos previstos para começar às 15h45 com ingressos vendidos nas bilheterias ao preço de R$ 3,00. VEJA FOTOS E A FICHA TÉCNICA DESSA PARTIDA




 

FICHA TÉCNICA
 

PIÇARRA 8 X 1 VILLA REAL
 

Motivo: Copa Cidade de Elesbão Veloso 2019- grupo-B
 

Data-dia-hora: 23 de fevereiro 2019- sábado- 15h45.
 

Local: Estádio Nogueirão, em Elesbão Veloso-PI.
 

Árbitro: Ozanan Lima
 

Assistentes: Lindomar Soares e José da Cruz.
 

Gols: Jailson(5) e Reis(3)> PIÇARRA; Gustavo(contra)> VILLA REAL
 

Cartões amarelos: Léo Capim Pubo(PIÇARRA); Cleiton, Gilson, Railson, Raimundo Capim Pubo e Lucas(VILLA REAL).
 

Renda/público: R$ 1.101,00 para 367 pagantes.
 

PIÇARRA: Gustavo; Alexandre, Dedé, Cassio Alta Vista(Lucão) e Vando; Jairinho(Gutem), Joãozinho(Lelê) e Babo(Ronny); Reis, Mayke(Léo Capim Pubo) e Jailson. Técnico: Eduardo Welton
 

VILLA REAL: Dênis; Raimundo, Lucas, Cleiton(Léo Nicássio) e Railson; Zé Hilário, Ivan Junior(Expedito), Deiverson e Renderson(Gilson); Nandinho e Jarlan. Técnico: Raimundo Pereira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário