DIREITOS AUTORAIS

header ads

Após ter contato com avó que testou positivo para Covid-19, mulher reclama e pede realização de teste rápido em Elesbão Veloso



Por José Loiola Neto

Uma mulher, moradora do bairro de Fátima, casada, mãe de dois filhos, cuja avó está com Covid-19 e internada em Teresina reclama das autoridades de saúde em Elesbão Veloso, dado o fato de ela ainda não ter sido submetida ao teste rápido para a doença, ao contrário de outros membros da família, que realizaram os exames e houve pelo menos dois casos positivos. 

Outras pessoas dessa família seguem afastadas de trabalho, cumprindo isolamento domiciliar. Ouvida pela reportagem acerca do caso, tanto a secretária de saúde Maria Augusta Soares Macedo, a "Tindú" e o diretor do Hospital Estadual Norberto Moura-HENM fisioterapeuta Tiego Coimbra afirmam que somente com orientação médica a paciente pode realizar o teste rápido haja vista que o vírus leva um tempo para apresentar dado negativo ou positivo. 

Alheia a isso, a senhora diz que já era tempo de ter feito o teste, além disso teme pelo marido, que tem problemas cardíacos, sendo assim está inserido entre os do grupo de risco para o novo coronavírus.

Postar um comentário

0 Comentários