PAPO DE BOLA- Profissional por apenas dois anos pelo Flamengo-PI e destaque por várias seleções do Piauí, zagueiro Joniel se orgulha por sua trajetória como boleiro: "joguei contra jogadores a nível de seleção"

Joniel com a camisa da Seleção de E.Veloso em 1990 com Rodolfo do Tunda(em memória)

Por José Loiola Neto

Atuando como profissional por apenas dois anos pelo Flamengo-PI, vice-campeão estadual em 1994, perdendo o título para o Caiçara de Campo Maior, foi no amadorismo que o zagueiro Antônio Carlos de Melo Moura, o Joniel, atualmente com 53 anos(09/04/1967), casado com dona Maria Nazaré dos Santos Rocha e pai de uma filha- Maria Clara dos Santos Rocha Moura, escreveu sua história como boleiro, vestindo e defendendo camisas de várias seleções em intermunicipais e equipes amadoras em Teresina, onde reside e Piauí afora. 

Elesbão Veloso, por exemplo, Joniel vestiu a camisa da Seleção local no intermunicipal em 1990 e do Colorado, equipe amadora pertencente a Cícero Marcos, no começo da década de 90. 

Aos 21 anos, em 1988, Joniel disputou seu primeiro intermunicipal pela Seleção de Valença do Piauí, no ano seguinte defendeu Francinópolis, em 1990 as cores da Seleção de Elesbão Veloso, em 1991 jogou pela Seleção da Inhuma. 

Por clubes amadores, em 1992 e 93 foi bicampeão municipal pelo Guarani de Água Branca-PI, ainda no ano de 92 conquistou o título do Torneio do Médio Parnaiba pela Seleção de Angical-PI. 

- Em 1994 e 95 tive a oportunidade de jogar pelo Flamengo de Teresina, em 94 fomos vice-campeão, o campeonato piauiense nessa época foi por pontos corridos.

À época, Joniel se orgulha por ter tido a oportunidade de jogar contra jogadores à nível de seleção brasileira como Adílio, Andrade e Vivinho. 

- Cheguei a disputar a Série C do Campeonato Brasileiro pelo Flamengo-PI contra o Fortaleza em dois jogos; lá em Fortaleza perdemos por 2x0, em Teresina perdemos por 1x0. 

Ainda pelo Flamengo da capital, o experiente Joniel teve oportunidade de jogar amistosos contra o Ceará Sporting, no Lindolfo Monteiro(vitória do Fla por 1x0), diante do Moto Clube-MA, no Nhozinho Santos em São Luis(empate por 0x0).

- Depois disso, retornei ao futebol amador, joguei 12 anos pelo Univence do Promorar, conquistei vários títulos, também defendi a equipe da Socimol, fomos tricampeão do Campeonato do SESI, chegamos a jogar em Bento Gonçalves-RS, onde fomos vice-campeão, também defendi o Guarani do Zumbi, o Santa Cruz e Barcelona do Sacy,em Teresina. 

O nosso entrevistado garante que este foi apenas um resumo rápido da sua vida futebolista e tem muito ainda para contar, até porque do alto dos seus 5.3, ele segue na ativa. 

-Isso é apenas um pouco da minha história, tem muito mais para contar, em outra oportunidade a gente continua...


Joniel(à esquerda) com a camisa do 18 de Julho do saudoso João Messias

Com a camisa do Bela Vista do saudoso Derivaldo

Joniel fez parte do elenoco do Flamengo-PI, campeão do 2º turno em 1994. 

Joniel vestido na camisa do Mengão da capital do PI


Colorado de Elesbão Veloso em 1992: Joniel(o sexto em pé da esquerda para direita)

Joniel com a camisa do Guarani do Zumbo, em São Raimundo Nonato. 

Joniel em 1992 com a taça de campeão do Torneio do Médio Parnaíba por Angical 

Joniel(à esqueda) com a camisa da Inhuma, ao lado do atacante Goiano

Joniel com a camisa do time da Aço Forte recebendo troféu do experiente jornalista Dídimo de Castro



Postar um comentário

0 Comentários