PERFIL ELESBONENSE- Professor Vavá Lima Verde valoriza família, narra decepção com a esquerda e diz sonhar com mundo menos violento.

Professor durante visita ao Rio Grande do Sul

Hermano: Professor Vavá Lima Verde com a camisa da Argentina

Por José Loiola Neto

Estreando o quadro Perfil Elesbonense, hoje aguçamos um pouco da vida do carismático Edvar Santos Lima Verde Filho ou simplesmente Vavá, professor de geografia na rede estadual com larga experiência também já ministrou aulas na rede privada e cursinhos preparatórios para vestibular e concursos públicos. 

Tenho o prazer de desfrutar da amizade desse amigo valoroso desde a nossa infância vivida aqui em Elesbão Veloso. É fato que ele rumou para Teresina em 1992 para continuidade dos seus estudos, nem por isso deixamos de manter contato para colocar a conversa em dia, sempre que possível. 

Torcedor fanático do Vasco da Gama, Vavá é um dos 3 filhos da prole do casal Rosa Veras e Edvar Santos Lima Verde(este in memória). O Perfil elesbonense tem por essência saber um pouco da vida e curiosidade do entrevistado. No ping-pong abaixo, Vavá expõe um tanto das suas manias, prazeres, admiração e pensamentos. Confira!


Ping Pong com Edvar Santos Lima Verde Filho, professor Vavá

Nome: Edvar Santos Lima Verde Filho

Apelido: Vavá/ Garguinha/Cabeção

Dia e mês de nascimento: 23/04/1976

Local de nascimento: Teresina-PI

Signo: Touro no Zodíaco/ Dragão no Chinês

Profissão: Professor de Geografia/ Comerciante

Hobbies:  Esportes como futebol e ciclismo/Fotografar paisagens/Ouvir música

Cor preferida: Amarelo

Time preferido: Vasco da Gama(nacionalmente)/Ríver Atlético Clube (regionalmente)

Músicas: MY WAY de Franck Sinatra/ASA BRANCA  cantada por Luís Gonzaga/TEMPO PERDIDO de Legião Urbana

Amigos: Muitos (Meu PAI-in memória/Baladeira/Você-Zé Neto da Maristela ou José Loiola Neto)

Comida preferida: Galinha caipira e tudo de carneiro

Detesta: gente preguiçosa e gente falsa

Perfume: Essencial da Natura

Livro: Vidas Secas de Graciliano Ramos

Escritor: Aloísio de Azevedo  e Machado de Assis

Cantor/Cantora: Luis Gonzaga/ Diana

Banda: Engenheiros do Hawaii

Ator/Atriz: Lima Duarte e Renata Sorrah

Sonho: Um mundo menos violento, parecido com a minha infância e adolescência em ELESBÃO VELOSO-PI.

Um político: Getúlio Vargas/Petrônio Portela

Um homem: meu pai

Uma mulher: minha mãe

Animal: Todos,mas como você sabe, gosto muito de passarinho.

Dinheiro: O suficiente para viver bem. O que mais  importa é saúde.

Vida: Trabalho muito, mas curto muito minha família.

Tempo: Não pode ser desperdiçado.Estudar, trabalhar e ficar perto da família sempre.

Acredita: Num Brasil em processo de recuperação e mudança.

Duvida: Da boa fé de uma boa parte da classe política.

Tristeza: 25/10/2015... quando meu PAI foi para outro plano.

Surpresa: Habilidades musicais de meus filhos.

Saudade: Dos que  já se foram:Meus avós,meus amigos (Rodolfo,Seu Zé Loiola,Dona Maristela,Seu Joaquim... e principalmente de meu PAI.

Aventura: Embrenhar no mato para ver o mundo, fotografando e filmando.

Lugar ideal: Com a família e com amigos.Gostei muito do Rio Grande do Sul.

Estação do ano: Verão,que aqui é chamado de inverno.

Decepção: Com a ESQUERDA que nos meus tempos de universidade vendia ilusões.

Mania: Conferir e reconferir se fechei as portas e janelas direito. kkkkk

Defeito:  Perfeccionista. Às vezes dizem que sou teimoso,sou obstinado

Esporte: Futebol/MMA/automobilismo/vaquejada 

Antipatia: Sensacionalismo e parcialidade

O que você mais detesta?- Injustiça

Momento preferido do dia?- Mas refeições e nas orações com a família.

Uma mania: Arrumar tudo.

Uma vaidade: Perfumes e calçados

Uma frase: " Deus ajuda a quem cedo madruga"

Lugares em Elesbão: Cachoeira da Loca e Morro da Miminha

Figuras elesbonenses: Chico Mainha, Joaquim Loiola e o Mudo.

Uma recordação boa da sua cidade: Jogos de futebol entre amigos nos campinhos que nem existem mais.

Atletas elesbonenses: TUNDA e BIGUELÊ.Jogariam em qualquer clube do Brasil.

Um jogador local e um nacional: Biguelê e Dener Augusto

Uma professora na sua infância: Muitas. Mas as mais marcantes foram Maria Inêz do Vale Leal e Teresa do Gedeão

Um Professor na sua infância: Ariosto Lopes e José Iran


Postar um comentário

0 Comentários