Ticker

6/recent/ticker-posts

Advertisement

Responsive Advertisement

Figura Elesbonense: Manoel do Cabrinha, o jornaleiro(1962-2018)

 

Manoel do Cabrinha(1962-2018)

Por José Loiola Neto

Diversas gerações lembrarão a figura de Manoel Rufino da Silva, ou simplesmente "Manoel do Cabrinha" ou "Manoel Jornaleiro". É um dos filhos do casal Cabrinha e Ana(ambos em memória). Manoel nasceu a 26/05/1962 e faleceu a 18/03/2018 em decorrência de um enfarto fulminante. 

Trabalhador aguerrido, em Elesbão Veloso exerceu as funções de vendedor ambulante, na década de 1990 possuiu um trailler, primeiro nas cercanias da Praça da Independência, depois na Praça Santa Teresinha. 

Mas foi como jornaleiro que ganhou fama. A partir de 15 de Setembro de 1979 com apenas 17 anos começou a vender os jornais impressos da capital que circulavam na cidade. Essa atividade o fazia acordar todos os dias às 5h da manhã. 

Ganhou notoriedade com isso, era figura frequente na praça da Independência e em outros pontos da cidade. Além de Elesbão Veloso sempre que podia ia até as cidades de Francinópolis, Várzea Grande e Barro Duro vender jornais. 

Manoel do Cabrinha era apaixonado por Geografia, sabia todas as capitais brasileiras e em seus momentos de passa-tempo desafiava a quem quisesse para citar a numeração do "jogo do bicho". 

Enfrentava alguns problemas de saúde, talvez por isso mantinha o seu plano em dias, vez por outra gostava de passear e visitar familiares em São Paulo, Brasília e Maranhão. 

Tinha muito apreço por Manoel que sempre me chamava de 'cidadão', recordo as vezes que me entregou jornais logo cedinho, primeiro na Rádio Vale do Coroatá AM depois na FM Eldorado. 

A nossa homenagem aquele que por certo deixou sua história escrita em solo elesbonense. Que você descanse em paz, Manoel do Cabrinha. 

Postar um comentário

0 Comentários