Ad Code

Responsive Advertisement

PAPO DE BOLA: Técnico Péricles Veloso narra sua trajetória no futebol, relembra passagem polêmica pelo Flamengo-PI e cobra valorização dos profissionais piauienses: "temos competência"

Péricles Veloso durante sua passagem pelo Flamengo em 2017

Por José Loiola Neto

O ex-goleiro Péricles Veloso, atualmente com 47 anos(18/04/1974) foi nosso entrevistado no quadro "Papo de Bola" no domingo(13/03/2022), uma oportunidade para saber um pouco da vida dele, que seria mais tarde preparador de goleiro, até chegar a condição de treinador de futebol. 

Professor Péricles Veloso na época do Caiçarra
Perícles começou a sua trajetória futebolística como atleta em meados de 1995 pelo Tiradentes, onde treinou, mas não teve oportunidade de jogar, então mudou para o Ríver, onde chegou a se profissionalizar, ficando no Galo onde foi campeão estadual Sub-20 até 1997. Depois disso, deu um tempo, retornando apenas em 2003, quando acertou com o Caiçara de Campo Maior, agora como preparador de goleiros. 

- Depois disso retornei para o Ríver como preparador de goleiros da categoria de base. Devo dizer também que no Caiçara a gente teve sucesso com o Fábio, um jovem destaque do Campeonato Piauiense daquele ano. 

Péricles foi preparador de goleiros em alguns clubes

Péricles deu prosseguimento à carreira e migrou para o vizinho estado Ceará, onde trabalhou como preparador de goleiros da Seleção de São Benedito-CE, campeã da terceira divisão do Campeonato Cearense. 

- Depois voltei para o Caiçara e meses depois acertei com o Piauí EC, onde permaneci por seis anos, atuando como preparador de goleiros, depois um curso em 2008 pela Associação Brasileira de Treinadores de São Paulo. 

Narra ele, o orgulho por ter tido a oportunidade de adquirir conhecimentos do futebol através de grande treinadores do futebol nacional, incluindo Muricy Ramalho, Vágner Benazzi, Toninho Cecílio e Mano Meneses

- Lá também haviam treinadores da Europa. Foi uma oportunidade para adquirir conhecimentos, voltei ao Piauí já com projeto de trabalhar com futebol de base, como treinador. 

Péricles Veloso é treinador de futebol com formação obtida em 2008
Aliás, como profissional no futebol piauiense, Péricles dirigiu o Caiçara de Campo Maior, o Ríver-Pi, onde foi campeão estadual Sub-20 em 2015, trabalhou na base do Timon, na SEP, Piauí EC e iniciou um trabalho na Copa Piauí pelo Flamengo, em 2017, quando o trabalho acabou sendo interrompido por ele não concordar com algumas decisões internas do clube. 

- Infelizmente a diretoria da época atrapalhou o trabalho da gente. Fizeram uma sacanagem tamanha comigo, além disso tinha gente fazendo coisa errada. Me deram quatro jogadores que havia dispensado, dessa forma, no dia da minha estreia tive que trazer jogadores do sub17 e sub18 para estrearem na Copa Piauí. 

Péricles Veloso à beira do gramado orientando atletas do Fla
Além do curso em São Paulo, anos depois, Péricles procurou se aperfeiçar em outro curso, oferecido pela Associação Brasileira de Treinadores do Brasil-ABT, na URCA, Rio de Janeiro. 

- A gente vem trilhando nesse caminho, há alguns anos a gente procurado se qualificar mais e mais. 

O técnico teve uma oportunidade no Fortaleza em 2005,quando o Leão do Pici estava na 1ª Divisão nacional, naquela ocasião, Perícles Veloso trabalhou ao lado de Toninho Cecílio, em um período de 15 dias de estágio, teve uma curta experiência também no Botafogo-RJ. 

Sujeito de opinião forte e segura, 'sem papas na língua', professor Péricles, atualmente realiza trabalho ligado ao futebol, mas fora de campo, e vem atuando como comentarista no estadual para a ELEVEN SPORTS e TV SANTOS. 

- Temos uma trajetória. Começamos como atleta, fomos crescendo, fomos mudando o status, fui preparador de goleiros, auxiliar técnico até adquirir diploma como treinador. 

Péricles, o último em pé da esquerda para direita durante sua passagem pelo Fla
No atual Campeonato Piauiense, iniciado em janeiro, ele lembrou que recebeu dois convites para assumir duas equipes, mas o fator financeiro fez com que não topasse assumir o compromisso. Nesse particular, professor Péricles condicionou a pouca valorização dos profissionais da casa. 

- Para se ter uma ideia, quando a gente vai fazer um curso na CBF para adquirir maior conhecimento a gente faz um investimento com média entre R$ 8 e 12 mil, e aqui as vezes os clubes querem oferecer para os treinadores locais cerca de R$ 2.500,00 a 3.000,00, como vamos ter grandes profissionais aqui, se não somos valorizados?, como podemos sustentar nossas famílias e depois guardamos um dinheiro para continuar adquirindo conhecimentos?. Temos competência, aqui temos excelentes profissionais. 

Péricles Veloso(segurando um celular) assiste a uma partida de futebol em Teresina

Péricles fez projeções para os clubes que irão disputar as competições nacionais este ano. 

- Hoje, o Fluminense tem um investimento em todas as categorias desde o Sub-10 até o profissional, é algo que somente ele tem no estado, essa organização nos faz acreditar que o time pode sonhar alto e chegar a primeira divisão do futebol brasileiro futuramente. O time dá condições para não tremer. O Altos também tem feito um bom trabalho e o crescimento muito se deve ao Warton Lacerda.

Por último, nosso entrevistado comentou a respeito do atual Campeonato Piauiense, chegando apontar provável campeão e rebaixados. 

- Tem os dois times que são favoritíssimos ao título que são Altos e Fluminense, vejo o Altos com uma ligeira vantagem, o 4 de Julho tem um leve favoritismo, e vejo um pouco mais distante as equipes do Ríver e o Parnahyba. Na parte de baixo da tabela é um ponto de interrogação e ficará para as últimas rodadas para a gente saber quem cai junto com o Flamengo. 

Reactions

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu