google.com, pub-6484097811459813, DIRECT, f08c47fec0942fa0 1ª Supercopa APPM foi lançada nesta quarta (15); elesbonense Manelão coordenará a competição

1ª Supercopa APPM foi lançada nesta quarta (15); elesbonense Manelão coordenará a competição

Manelão ao lado do presidente da APPM
prefeito Toninho de Caridade

Um grande evento que chega com a promessa de movimentar e fortalecer o esporte em todo o Estado do Piauí, foi lançado nesta quarta-feira, 15 de março. Trata-se da 1ª Supercopa APPM de Futebol Amador, competição idealizada pelo presidente da Associação Piauiense dos Municípios (APPM), Antoniel de Sousa, o Toninho e terá coordenação do elesbonense Manoel de Jesus Ribeiro de Morais, Manelão.

A 1ª Supercopa APPM foi lançada em evento realizado na sede da associação na manhã de hoje, reunindo prefeitos de diversos municípios, secretários de esportes, além de autoridades a nível de estado.

O evento esportivo, que representa uma iniciativa inovadora no estado, vai abranger os 12 territórios do Piauí e acontecerá em três fases. A primeira será entre territórios, a segunda, território contra território e cidade contra cidade, e por fim, acontece a fase final, com a disputa entre campeões, por sorteio.

A copa está programada para iniciar no mês de maio, e encerrar entre os meses de agosto e setembro. Os jogos das semifinais e finais, serão realizados no Estádio Albertão, em Teresina.

Para o presidente da APPM, o campeonato fortalecerá o sentimento municipalista através da integração de todos territórios, valorizando o esporte amador principalmente nas cidades do interior. O líder municipalista ainda espera que o torneio possa revelar novos talentos para o esporte. 

“Essa primeira Supercopa é a consolidação de uma das nossas propostas de campanha, de quando ainda éramos candidatos à presidência da APPM. E hoje vemos, nesse nosso encontro, que os prefeitos aceitaram essa nossa proposta, que além de inovadora pretende valorizar o esporte e revelar novos talentos. Nesse projeto a gente beneficia o jovem que está ocioso, sem nenhum tipo de perspectiva, movimenta a economia local e aproxima os municípios que vão interagir. Sou um amante do futebol e essa é a nossa contrapartida para que o futebol amador se fortaleça e possa revelar jovens profissionais para o nosso Estado. Acho que o Piauí precisa dar esse “boom” no esporte, e os municípios estão prontos para ajudar o Estado nesse entendimento, para que a gente possa, em conjunto, fazer uma grande competição com o apoio do governo do Estado, parlamentares e a iniciativa privada, pois vamos abrir espaço para também participarem, além dos patrocinadores, pois certamente muitos destaques poderão sair desse campeonato”, destaca Toninho, presidente da APPM. 
A deputada estadual Simone Pereira participou do encontro, momento em que enalteceu a iniciativa da APPM.

“Parabenizo os prefeitos e prefeitas, na pessoa do presidente Toninho, pela iniciativa de desenvolver o esporte em seus Municípios. Temos um Estado com 224 cidades e com várias diversidades, então, acho importantíssimo pela questão do incentivo ao esporte e a possibilidade da descoberta de talentos. Tudo isso é importante. Mas vejo como mais importante o fortalecimento dos municípios com essa integração, com essa troca de experiências. E só quem ganha com essa união é o estado do Piauí”, destaca Simone.

O campeonato 

A Supercopa APPM de Futebol Amador vai abranger os 12 territórios de desenvolvimento do Piauí, cada um formado, em média, por 10 municípios, e mais 16 cidades com população superior a 26 mil habitantes, que vão concorrer entre si.

O torneio vai ser dividido em três fases. Cada etapa selecionará um campeão e um vice que avançará na disputa, até a final que está marcada para acontecer em Teresina. Algumas cidades do Piauí já têm seus próprios campeonatos regionais.

- Primeira fase: entre atletas dos territórios
- Segunda fase: território contra território e cidade contra cidade; 
- Terceira fase: em Teresina, disputa entre campeões por sorteio. 

Segundo o coordenador da Supercopa da APPM, Manelão, os demais Municípios terão que formatar a disputa nos moldes daqueles que já acontecem para poderem participar. Para auxiliar no processo, a APPM fará visitas aos prefeitos e secretários municipais de Esporte. Assim, na prática, a ideia da Supercopa também se coloca como uma forma de estruturar a prática do futebol amador em mais cidades. 

“Através dessa iniciativa do presidente Toninho o futebol amador ganha mais força, e para participar do campeonato o município tem que ser filiado à APPM. Após o lançamento de hoje, tem cidade que já pode começar a se articular, mas terão que terminar até agosto. Nos 12 territórios, cada um com um campeão e um vice e mais 16 cidades, que tem mais de 26 mil habitantes, já vão iniciar o campeonato para sair um campeão e um vice”, destacou. 

A premiação ainda será anunciada pela organização do evento. Após o lançamento desta manhã, cada território já pode dar início aos jogos e terá até o mês de agosto desse ano para a conclusão. 






























































































 

Reactions

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu