Picos derrota Piauí em Teresina e ainda sonha com classificação para as semis do Piauiense

Por José Loiola Neto/Piauiense 2017

No complemento da sexta rodada, a penúltima do Campeonato Piauiense, no último domingo(12/3) no Estádio Lindolfo Monteiro em Teresina, a Sociedade Esportiva de Picos venceu de virada por 2×1 o Piauí E.C, que segue sem vencer no torneio promovido pela FFP, consequentemente eliminado da próxima fase, e está ameaçado de rebaixamento para Série B.  Apesar da vitória, Picos tem chances escassas de avançar.

Lance de Piauí  e Picos no Lindolfo Monteiro

O Piauí abriu o placar no primeiro tempo por intermédio do estreante Robério. Na segunda etapa, Picos conseguiu a virada graças as gols de Raphael Freitas e Candinho. Testinha perdeu um pênalti para o Piauí nessa segunda parte de espetáculo, conduzido por Diego Castro, que expulsou o treinado Fabiano Macau do Piauí.

De folga na última rodada, tendo cumprido seus jogos no primeiro turno, Picos vai aguardar o fechamento da última rodada, marcada para esta quarta, dia 15/3 para saber se estará classificado ou não. Fato é que para avançar, Picos torce por goleadas do Flamenfo sobre o Parnaiba e do Piauí sobre o 4 de Julho.

 FICHA TÉCNICA
 

PIAUÍ 1 x 2 PICOS
 

Motivo: Campeonato Piauiense de Futebol – 1° Turno – 6ª rodada
 

Data- dia- hora: 12/03/2017- domingo- 6h
 

Local: Estádio Lindolfo Monteiro em Teresina
 

Árbitro: Diego da Silva Castro
 

Assistentes: Wilton dos Santos Junior e Maura Cunha Costa.
 

Gols: Robério(PIAUÍ); Raphael Freitas e Candinho (SEP)
 

Cartões amarelos: Lucas Barros, Caíque (PIAUÍ), Douglas, Alenílson, Idelvando (SEP).
 

PIAUÍ: Lucas; Sorín, Marcelo, Lucas Borgs e Rafael; Nego Potiguar, Dudu, Wander e Testinha (Ricardo Oliveira); Robério (Gleydson) e Ramon (Caíque). Técnico: Fabiano Macau.
 

PICOS: David; Andson, Alenílson, Tonhão e Neguinho Paraíba (Maiquinho); Guilherme, Douglas (Felipe), Henrique (Samuel) e Idelvando; Raphael Freitas e Candinho. Técnico: Paulo Moroni.

Ríver vence Sampaio e dá bom salto para classificação na Copa do Nordeste.

Por: José Loiola Neto/Copa do Nordeste 2017

Diante de bom público, no Estádio Lindolfo Monteiro, no último sábado à noite, pela penúltima rodada da fase classificatória da Copa do Nordeste, o Ríver venceu o Sampaio Corrêa por 1×0 e praticamente confirmou sua classificação para próxima fase do torneio. Único gol do jogo assinalado por Tety a um minuto da etapa complementar.

Ríver e Sampaio em ação no Lindolfo

Jogando mal na primeira parte do jogo, o Ríver viu o Sampaio chegar várias vezes ao gol do goleiro Leandro. O time maranhense criou situações para marcar, e até chegou anotar um gol, que seria acertadamente anulado pela arbitragem, isso porque Otávio impulsionou a bola para o gol usando o braço.

Gol riverino foi anotado em excelente jogada do baixinho Téty, envolvendo toda a defesa da Bolívia Querida e tocando a bola para o fundo do gol do goleiro Jean. Mesmo depois de tomar o gol, o Sampaio pressionou até o final, mas o Ríver teve obediência tática para segurar o resultado.

O Ríver soma 10 pontos depois dessa vitória, estando próximo de confirmar classificação para etapa seguinte, algo inédito para o escrete piauiense, o Sampaio está eliminado, indo apenas cumprir tabela na última rodada.

FICHA TÉCNICA

RIVER 1 x 0 SAMPAIO CORREA

Motivo: Copa do Nordeste – 1ª fase – 5ª rodada – Grupo C

Data- dia- hora: 11/03/2017 (sábado- 18h

Local: Estádio Lindolfo Monteiro em Teresina – PI

Árbitro: Leo Simão Holanda-CE

Árbitro: Samuel Oliveira Costa e Renan de Aguiar da Costa ambos do Ceará

Renda/público: R$ 43.445,00 com 2.433 pagantes.

Gol: Tety

Cartões amarelos: Emerson, Viola, Juninho Paraíba, Leandro (RIV), Otávio e Cleitinho (SAM).

RÍVER: Leandro; Rossales, Oscar Brizuela, Gustavo Eugênio e Wesley/ Amorim (Emerson), Júnior Paraíba e Humberto; Viola, Tety (Negueba) e Rodrigo Tiuí (André Luiz). Técnico: Eduardo Húngaro.

SAMPAIO CORRÊA: Jean; Roniery, Breno, Renan Dutra e Esquerdinha; Otávio (Henrique), Daniel Barros, Diego Valderram, Cleitinho (Wesley) e Hiltinho; Giovani (Guilherme). Técnico: Francisco Diá

Altos só empata com o Fortaleza e está eliminado da Copa do Nordeste

Por: José Loiola Neto/Copa do Nordeste 2017

Fortaleza melhor no primeiro tempo e Altos exibindo melhor na segunda etapa. Essa foi a tônica do duelo disputado no último sábado à noite no Castelão, na capital alencarina, válido pela penúltima rodada da fase classificatória da Copa do Nordeste.


 

Na fase inicial, o Fortaleza foi melhor, e assinalou seu gol por intermédio de Zé Carlos, cobrando pênalti.
No segundo tempo aparentemente melhor, o time piauiense chegou a igualdade do placar com Vágner, acertando bom chute de fora da área. Altos teve ainda um atleta expulso de campo.

Com apenas quatro pontos, o Altos está eliminado da Copa do Nordeste. O Fortaleza por sua vez precisa vencer o Bahia na última rodada e ainda torcer por uma combinação de resultados para se classificar para segunda fase do torneio.

FICHA TÉCNICA
 

FORTALEZA 1 x 1 ALTOS
 

Motivo: Copa do Nordeste – 1ª fase – 5ª rodada – Grupo B
 

Data- dia- hora: 11/03/2017- sábado- 17h
 

Local: Arena Castelão  em Fortaleza – CE
 

Árbitro: Árbitro Nielson Nogueira Dias
 

Assistentes: Ricardo Bezerra Chianca e Gilberto Freire de Farias ambos de Pernambuco).
 

Renda/público: R$ 61.094,00 com 8.463 pagantes
 

Gols: Zé Carlos (FORTALEZ); Vagner(ALTOS)
 

Cartões amarelos: Heitor, Felipe (FORTALEZA), Leandro Sobral, Chiquinho, Esquerdinha e Tiaguinho (ALTOS).
 

Expulsões: Zé Carlos(FORTALEZA) e Chiquinho(ALTOS)
 

FORTALEZA – Marcelo Boeck; Felipe (Vinicius Baiano), Heitor, Max Oliveira e Bruno Melo; Jefferson (Gabriel Pereira), Pablo, Wesley e Leandro Lima (Vacaria); Lúcio Flávio e Zé Carlos. Técnico: Marquinhos Santos
 

ALTOS: Rodrigo, CHiquinho, Vitor Salvador, Marcelo e Thiaguinho; Dos Santos, Nonato (Vagner), Leandro Sobral (Marconi) e Esquerdinha; Manoel e Joelson (André Tavares). Técnico: Ruy Scarpino.

Copa Verão: Pé do Morro consegue empate contra o Comercial em cima da hora.

Por: José Loiola Neto/Esporte Local

Após duas vitórias nas primeiras rodadas da Copa Verão, o Pé do Morro segue sem vencer, já que perdeu na rodada passada para o Moto Táxi, e agora não foi além do empate por 2×2 com o Comercial em cima da hora, graças a gol do atacante Tácio em lance de bola parada, sendo que na cobrança de falta a um minuto do final, a bola desviou na barreira e foi parar no fundo do gol do goleiro Rato, aliás um dos melhores em campo, fazendo defesas importantes, evitando que o time do Capitão Mundoco sofresse o revés.
Placar aberto pelo Pé do Morro por intermédio de Reis, que não comemorou o gol em respeito a seu ex-time. O empate do Comercial minutos depois gerou muita polêmica, no chute de Minó ficou a dúvida se a bola resvalada no travessão e caída ao solo entrou ou não na meta de Adão. O lance gerou muita discussão. Mas o árbitro Valdemir Machado, o Biguelê disse que estava próximo e marcou com pura convicção.
No segundo tempo, agora com chuva, aos 13 minutos, o Comercial passa a frente com Léo Monteiro aproveitando boa jogada de Kassinho Valença. O Pé do Morro depois do gol passou a sufocar o adversário tanto que o goleiro Rato foi destaque do jogo, fazendo pelo menos seis defesas difíceis, mas no finalzinho não deu para defender o chute de Tácio– 2x 2 placar final.
Na comemoração, o jogador valenciano tirou a camisa e foi punido com cartão amarelo. Jogadores do Pé do Morro comemoram o empate com sabor de vitória, o Comercial lamentou o resultado. O treinador Domingos disse que tem buscado respostas para os últimos resultados da equipe, que pela qualidade que tem no seu plantel não era para está passando sufoco. Na próxima rodada, a quinta, marcada para o próximo final de semana, o Comercial enfrenta o Moto Táxi, o Pé do Morro tem pela frente os Trintões.
FICHA TÉCNICA

PÉ DO MORRO 2 X 2 COMERCIAL

Motivo: Copa Verão- fase classificatória- 4ª rodada

Data-dia-hora: 11/03/2017- sábado- 16h45.

Local: Mini campo do CRE

Arbitragem: Edson Ferreira e Valdemir Machado

Gols: Reis e Tácio(PM); Minó e Léo Monteiro(COM)

Renda/público da rodada dupla: 651,00 para 216 pagantes. 

Cartão amarelo: Tácio(PM)

PÉ DO MORRO: Adão; Hernandes, Renato, Cardilan, Jajá; Nem, Tácio. Entraram: Paulinho, Reis, Robinho e Ancelmo. Técnico: Iran Machado

COMERCIAL: Rato; Kelton, Célio, Lelê, Minó; Cicinho e Kassinho Valença. Entraram: Léo Monteiro e Taynan. Técnico: Domingos

Piçarra e Santa Clara empatam por 1×1 na abertura da 4º rodada da Copa Verão.

Por José Loiola Neto/Esporte Local

Os gols foram anotados na primeira etapa. Jefferson Tavares num golaço em cobrança de falta abriu o placar para o Santa Clara. Mas Mayke igualou para Piçarra. O time comandado por Raimundinho Milito não atuou com força máxima, os atletas Jairinho de Oeiras e Rosivaldo de Francisco Aires não vieram para o embate.

O treinador do Santa Clara Fernando Doquinha comemorou o resultado e disse acreditar que sua equipe possa ainda sonhar com classificação, apesar de ser dona da pior campanha, somando apenas um ponto na tábua de classificação.

Raimundinho Milito reclamou da atuação de seu time, enquanto o auxiliar Eduardo Welton disse que a Piçarra fez o pior jogo no torneio até aqui mas reconheceu os méritos do adversário. Time soma 8 pontos e segue firme no G-4.

Arbitragem a cargo de Edson Pereira e Valdemir Machado. Na próxima rodada, a Piçarra enfrenta o Bairro de Fátima, enquanto o Santa Clara tem a Rua do Fio pela frente. Abaixo, fotos e ficha técnica desse jogo:

FICHA TÉCNICA


PIÇARRA 1 X 1 SANTA CLARA


Motivo: Copa Verão- fase classificatória- 4ª rodada


Data-dia-hora: 11/03/2017- sábado- 15h45.


Local: Mini campo do CRE


Arbitragem: Edson Ferreira e Valdemir Machado


Gols: Mayke(PIÇA); Jefferson Tavares(SC)


Cartão amarelo: Adriano Imperador(SC)


PIÇARRA: Thiago; Eri Machado, Dedé, Zinha, Nim, Ramires e Mayke. Entraram: Fransquim, Kássio Johnny,  e Alexandre. Técnico: Ramundinho Milito


SANTA CLARA: Chico. Manoel Victor, Lucas Vinícius, Francisco José, Gato Mestre, Jefferson e Leonardo. Técnico: Fernando Doquinha

Viola marca duas vezes e dá vitória ao Ríver contra o Tubarão.

Por: José Loiola Neto/Campeonato Piauiense 2017

Uma rodada após ficar fora do G-4 classificatório para as semifinais do Campeonato Piauiense, o Ríver voltou a zona de conforto depois de vencer o Parnahyba por 2×0, dois gols de Viola, ambos no primeiro tempo, pela sexta rodada do estadual, em jogo de principal de rodada dupla, no Lindolfo Monteiro, quarta passada.

Artilheiro isolado do estadual com 5 gols, Viola poderia ter aumentado a conta se tivesse convertido uma penalidade máxima aos 40 minutos da etapa inicial. Ele chutou rasteira e a bola tocou na trave esquerda do goleiro Alex.

Ríver x Parnahyba pelo Piauiense no Lindolfo Monteiro.

Nessa segunda etapa de jogo, o Parnaíba foi aparentemente melhor, não o suficiente para anotar uma gol sequer, apesar das várias chegadas ao ataque. Noite chuvosa em Teresina com pouco mais de 800 pagantes em rodada dupla(preliminar- Flamengo 1 x 0 Altos).

O Ríver chega aos 9 pontos e entra novamente no G-4, o Parnahyba tem 7 pontos, mas é superado pelo 4 de Julho no critério de desempate. Na próxima rodada, a sétima ou último do primeiro turno, quarta-feira, o Parnahyba encara o Flamengo no Pedro Alelaf em Parnaíba, enquanto o Ríver duela com o Altos no Lindolfo Monteiro na capital piauiense.

FICHA TÉCNICA

RIVER 2 x 0 PARNAHYBA
 

Motivo: Campeonato Piauiense de Futebol 1° Turno – 6ª rodada
 

Data- dia- hora: 08/03/2017- quarta-feira- 20h30
 

Local: Estádio Lindolfo Monteiro  em Teresina – PI
 

Árbitro: Leonardo Marques Fortes
 

Assistentes: Alisson Lima Damasceno e Arnaldo Araújo Santos.
 

Renda/público: R$ 9.420,00 com 837 pagantes
 

Gols: Viola-2 ambos no 1º tempo
 

Cartões amarelos: Rossales, Amarildo (RIVER), Renan, Thiago Granja e Siderval (PARNAHYBA).
 

Expulsão: Amarildo(RIVER)
 

RÍVER: Leandro; Rossales, Oscar Brizuela, Gustavo Eugênio e Wesley; Amarildo, Humberto (André Luís), Tety e Juninho Paraíba (Cleber Lucas); Rodrigo Tiuí (Mateus) e Viola. Técnico: Eduardo Hungaro.
 

PARNAHYBA: Alex; Thiago Granja, Gilmar Bahia, Renan e Siderval (Puxinha); Ramon, Marcos Gasolina (Alan), Fabiano e Dunga; Jânio Daniel e Yerien (Dênis). Técnico: Fernando Toner.

Piauiense 2017: Flamengo vence e tira liderança e invencibilidade do Altos.

Por José Loiola Neto/Campeonato Piauiense 2017

Um gol do atacante Tiaguinho aos 13 minutos do segundo tempo deu a vitória ao Flamengo contra o Altos, em jogo pelo sexta rodada do Campeonato Piauiense, na última quarta-feira à noite no Lindolfo Montero, em Teresina.

O resultado do jogo, o primeiro de uma rodada dupla no Lindolfinho significou a conquista da liderança pelo Flamengo, e a perda da primeira colocação e a invencibilidade do Altos no campeonato. Deve-se dizer no entanto que ambos possuem o mesmo número de pontos, porém o Fla leva a melhor no saldo de gols.

Esta foi a 10ª partida do Altos no Lindolfo Monteiro em 2017, somando 7 vitórias e 2 empates. Se não bastasse a derrota e a perda da liderança, o Alto viu seu principal jogador, o atacante Manoel alcançar a incrível marca de 688 minutos sem anotar um gol sequer.

Mesmo assim, o Jacaré permanece no G-4 classificatório às semifinais, e sem muito tempo para lamentações volta as atenções para Copa do Nordeste. Neste sábado tem confronto com o Fortaleza, na capital cearense.

FICHA TÉCNICA
 

ALTOS 0 x 1 FLAMENGO
 

Motivo: Campeonato Piauiense de Futebol – 1° Turno – 6ª rodada
 

Data- dia- hora: 08/03/2017- quarta-feira- 18h
 

Local: Estádio Lindolfo Monteiro  em Teresina-PI
 

Árbitro: Antônio Santos Nunes
 

Assistentes: Rogério de Oliveira Braga e Ozeás de Sousa dos Santos.

Gol: Tiaguinho
 

Cartões amarelos: Dos Santos, Patric Salvador, Chiquinho (ALT), Lima, Tiaguinho, Leo Maceió e William (FLA).

ALTOS: Rodrigo; Chiquinho, Vitor Bafana, Marcelo e Patric Salvador; Dos Santos, Uilliam (André Tavares), Leandro Sobral (Marconi) e Vagner (Alex Mineiro); Manoel e Joelson. Técnico: Ruy Scarpino.
 

FLAMENGO: Santos; Barata, William, Miltão e Tiaguinho; Alessandro, Lima (Vitor Recife), Leo Maceió e Capela (Joninha); Eduardo e Fabinho (Carioca). Técnico: Cicero Monteiro

Flamengo aplica goleada no San Lorenzo e estreia bem na Libertadores.

Por José Loiola Neto/Libertadores 2017

Pode ser considerada perfeita a largada do Flamengo na Taça Libertadores da América/2017. Jogando nesta quarta-feira(8/3) para pelo menos 70 mil torcedores no Maracanã, o Rubro-Negro conseguiu excelente vitória por 4×0 diante do San Lorenzo da Argentina, com todos os gols assinalados na segunda etapa.

Lance de Flamengo 4 x 0 San Lorenzo

Para o meia Diego, camisa 10 do Flamengo, e autor do primeiro gol do jogo em cobrança de falta, este pode ter sido um dos grandes jogos da sua carreira.

– O time vem numa crescente, estamos em começo de temporada, chegamos bem preparados para este jogo difícil de Libertadores, que queira ou não é um jogo diferente que sempre precisa de um algo a mais e acho que a equipe mostrou que estava preparada para isso, soubemos administrar a ansiedade, já que o primeiro tempo acabou 0x0, mesmo assim, acho que fizemos um bom primeiro tempo, e no segundo tempo, os gols saíram, fiz um bom jogo, mas acho que prevalece o grupo, quem entrou entrou muito bem hoje. Tudo mundo está de parabéns.

A vitória do Mengo foi construída no segundo tempo, além do gol de falta de Diego, marcaram o peruano Trauco num chutaço de fora da área; piauiense Rômulo, de cabeça e Gabriel em bela jogada individual. Paolo Guerrero ainda desperdiçou uma penalidade máxima.

Com o resultado, o Flamengo lidera do grupo-4 com três pontos, em seguida aparecem Atlético-PR e Universidad Católica com um ponto cada, enquanto o San Lorenzo não pontuou. Na próxima rodada, o Flamengo enfrentará o Universidad Católica, no Chile, quarta-feira, dia 15/3. O Atlético-PR visita o San Lorenzo.

Chapecoense vence na Venezuela e Atlético-PR cede empate ao Católica na Arena da Baixada pela estreia na Libertadores

Por José Loiola Neto/ Libertadores 2017

Em jogo de estreia na fa se grupos da Copa Libertadores da América 2017, considerado histórico em sua trajetória, a Chapecoense conseguiu um grande feito ao vencer o Zulia da Venezuela por 2×1 na noite da última terça-feira(7/3) fora de casa e começar bem o torneio promovido pela Conmebol.

Um jogo marcado por superação, principalmente porque Wellington Paulista e Andrei Girotto tiveram problemas em seus passaportes e quase não chegaram a Venezuela. Os gols da Chape foram assinalados por Reinaldo e Luiz Antonio.

Lance do jogo Zulia 1 x 2 Chapecoense em Maracaibo

Ao término do jogo, o treinador Vagner Mancini disse que foi bom começar ganhando. Na sua opinião, a equipe teve muita consciência na parte defensiva, quanto ao fato do time ter se sentido bem na cidade de Maracaibo, o treinador aproveitou para agradecer ao povo da Venezuela.

FURACÃO CEDE EMPATE A TIME CHILENO
Ao fazer sua estreia na Copa Libertadores, também na última terça, o Atlético-PR não teve a mesma sorte, apesar de jogar em casa– na Arena da Baixada, empurrado por sua torcida, o Furacão não foi além do empate por 2×2 com a Universidad Católica do Chile, depois de estar vencendo por 2×0.

Autor de um dos gols do Atlético, o meia argentina Lucho Gonzalez alertou que a competição é complicada e não perdoa erros. Empolgado, tanto que comemorou o primeiro gol do seu time dizendo: “aqui não!”, o treinado Paulo Autuori, disse que em que pese o empate em casa, o Atlético fez um bom começo de Libertadores.

Em jogo épico, Barcelona vence PSG por 6×1 e avança às quartas da Liga dos Campeões.

Por: José Loiola Neto/ Futebol Internacional

Os deuses do futebol ao que parece estava ao lado do Barcelona FC, que nesta quarta-feira(8/3) conseguiu um verdadeiro milagre diante do PSG da França, no Camp Nou, jogando pelas oitavas de finais da Liga dos Campeões da Europa.

Depois de ter perdido por 4×0 em território francês, há duas semanas, o time espanhol precisaria vencer por no mínimo 5 gols de diferença para avançar a etapa seguinte da competição da UEFA.

Sergi Roberto chuta para entrar para história do Barça: jogo épico

Diante de aproximadamente 100 mil pessoas, o time do técnico Luis Henrique conseguiu o que muitos achavam “impossível”. Até, os 43 do segundo tempo, o Barça vencia por 3×1 e na reta final de partida anotou improváveis 3 gols, sacramentando a classificação.

Para crítica esportiva a arbitragem interferiu no resultado, visto que o pênalti em Suarez no segundo tempo foi um tanto duvidoso, além disso, deu cinco minutos de acréscimos. O gol da classificação às quartas de finais foi anotado por Sergi Roberto no minuto final da prorrogação, aproveitando lançamento perfeito de Neymar Jr.

O brasileiro foi um dos nomes desse duelo com os franceses, já que antes dessa assistência já havia marcado dois gols. O PSG estava irreconhecível, apático com futebol distante ao desempenhado na partida de ida, em Paris.

Goleada e classificação

No outro jogo dessa quarta-feira pelas oitavas de finais da Liga dos Campeões, o Borussia Dortmund se classificou ao golear o Benfica de Portugal por 4×0.