Lavradora Edna Alves, esposa do Lídio Mesquita morre aos 57 anos à caminho de Teresina.

Por José Loiola Neto, do Elesbão News

Faleceu por volta das 2h30 da madrugada dessa sexta-feira(28/4) em Demerval Lobão-PI, trecho da BR-316, quando se dirigia a Teresina, no intuito de ser atendida em um hospital, a lavradora Edna Vieira Alves, 57 anos, recém-aposentada, esposa do servidor público municipal, também lavrador Lídio Mesquita.

Dono de uma residência nas proximidades do açougue público, área central da cidade, nos últimos anos o casal vinha morando na região do Monte Castelo, zona rural do município. Conforme Lídio em conversa com o Painel Popular, sua esposa estava com a saúde debilita nos últimos anos.

Dona Edna Alves faleceu aos 57 anos

– Ela sofreu dois infartos em um ano e três meses, um ano e dois meses depois deu um AVC. No último domingo ela gripou, a partir dessa gripe ela ficou frágil e piorou bastante nos últimos dias, trouxemos para o Hospital, fomos mandados a Teresina, mas infelizmente ela faleceu antes de chegar ao hospital.

Natural de Novo Oriente-CE, tendo chegado a Elesbão Veloso na metade da década de 1970 na companhia da dona Áurea Sales(esposa do Caboquinho Veras), casou com Lídio no ano de 1976, juntos tiveram 4 filhos que lhes deram netos.

Apaixonada pelo campo, onde criava animais e produzia hortaliças, antes de morrer, ela pediu ao esposo e uma nora para que não abandonem a propriedade e que cuidem do seu criatório.

– Ela adorava o interior, tanto que nem gostava mais de vir a cidade. Lá ela criava galinhas, porcos e algumas ovelhas. Lá, ela se sentia bem.

Dona Edna era fumante, mas de acordo com o esposo nos últimos dias não vinha utilizando fumo. Três dos seus filhos moram fora de Elesbão Veloso e já foram avisados sobre o falecimento. O corpo da lavradora está sendo velado em sua residência no centro de Elesbão, e será sepultado no final da tarde na localidade Monte Castelo.