Presidente da CDL Dominguinhos Ferreira sobre alto índice de endividamento no comércio local: “pessoal em Elesbão Veloso não tem medo de dever”.

Por: José Loiola Neto

Numa entrevista a FM Eldorado terça-feira passada, dia 4 de abril, o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas- CDL comentou sobre as novidades que a entidade pretende lançar nos próximo dias, tendo como finalidade principal contemplar ao comércio em Elesbão Veloso.

Uma das novidades, segundo Domingos Alves Ferreira, o Dominguinhos é a certificação digital, que em essência nada mais é do que uma assinatura eletrônica, a qual todas as empresas, principalmente aquelas que tem funcionários é obrigada a partir de agora ter a certificação digital.

– Ela(certificação digital) veio para ficar. Já existe uma lei aprovada pelo Congresso Nacional prevendo para a partir do próximo ano obrigatoriamente todo cidadão vai ter que ter essa certificação.

Domingos Alves, presidente da CDL de Elesbão Veloso

Dominguinhos considerou importante a iniciativa, na medida em que a praticidade é muito grande, principalmente para quem já tem empresa informatizada porque facilita a emissão da nota fiscal eletrônica.

– Nos dias de hoje poucas empresas estão utilizando papel, até porque não existe mais isso, temos falado muito sobre isso, o cerco está se apertando. Quem não se atualizar vai ficar fora do mercado.

O presidente da CDL de Elesbão Veloso falou também sobre a Central de Cobranças, uma ferramenta voltada para os comerciantes que tem conta a receber. A estratégia é no princípio receber a conta de maneira amigável. Conta Dominguinhos que boa parte dos comerciantes alegam não estarem recebendo o que tem direito.

– Infelizmente é muita gente devendo ao comércio local. O pessoal em Elesbão Veloso,  não todos, mas boa parte, não tem medo de dever, compram aleatoriamente de maneira compulsiva.

Em seguida, ele fez uma ressalva de colocou que há bons pagadores, pessoas que compram somente dentro do seu orçamento. Mas uma enorme maioria compra sem puder. Dominguinhos deixou claro que m hipótese alguma quer impedir que as pessoas comprem, quer apenas que comprem dentro de suas possibilidades.

O presidente disse ter tomando conhecimento junto a comerciantes filiados a CDL que é altíssimo o índice de endividamento, eles tem encontrado dificuldade para receber valores devidos. Para Domingos Alves, o hábito de comprar de maneira desordenada e na promissória tem causado o impacto negativo ao comércio.

– O mau pagador sabe que se comprar na promissória vai pagar quando quiser. Ele paga como pode, ele está devendo R$ 100,00 vai lá dá R$ 20,00, depois de seis  meses dá R$ 10,00, e o tempo vai passando. Mas existem os bons pagadores e é bom tê-los como clientes; infelizmente existem os que compram para não pagar.

Criada a 6 de maio de 2000, a CDL de Elesbão Veloso tempos depois ficou desativada dentre outras razões pela falta de adesão da grande parte dos comerciantes, em novembro de 2011 foi reativada. Perguntado a Dominguinhos se a entidade vem dando certo, ele respondeu que vem tentando mobilizar o comércio junto a outras entidades, incluindo Prefeitura, Câmara, secretarias e bancos.

Dominguinho frisou que a CDL veio para ficar mas infelizmente a grande parte dos empresários da cidade não conseguiram entender, a intenção no entanto é que o órgão permaneça .

– Não digo que a CDL vá acabar, mas se por ventura o comércio não abraçar a causa, arregaçar as mangas  e fazer sua parte eu não sei até que ponto vai a CDL de Elesbão Veloso. Precisamos que as pessoas entendam e vem conhecer os serviços.