Um pouco do que foi o curso "Viva o Semiárido" em Elesbão Veloso; conversa com a professora/orientadora Cláudia Alves, da UESPI.

quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Um pouco do que foi o curso "Viva o Semiárido" em Elesbão Veloso; conversa com a professora/orientadora Cláudia Alves, da UESPI.

Por José Loiola Neto/Destaques de Elesbão

Entre os dias 11 e 15 de setembro último, nas dependências do Ceep Benedito Portela Leal, aqui em Elesbão Veloso aconteceu a execução do "Projeto Viva o Semiárido" voltado a professores da rede municipal de ensino, que atuam na zona rural. Ao todo, 37 professores foram capacitados.

Ouvida por nossa reportagem, a professora Cláudia Alves, da Universidade Estadual do Piauí-UESPI, responsável por ministrar o curso disse que a temática trabalhada foi "Educação do Campo Contextualizada para Convivência com o Semiárido", em nome da Secretaria Estadual de Educação e Cultura do Piauí-SEDUC-PI.  O projeto é financiado pelo Governo do Estado por meio do Fundo de Financiamento Interamericano-FIDA.

Os professores receberão certificados de 120 horas, referente a primeira etapa do curso, que ainda terá outras duas etapas, futuramente. A segunda etapa será realizada nas escolas, onde cada docente atua, para tanto, nos próximos meses, a professora Cláudia Alves fará visitas pontuais aos estabelecimentos para execução das atividades interdisciplinares.

A professora Cláudia disse a Eldorado FM que o projeto Viva o Semiárido tem como objetivo final trabalhar a educação de forma contextualizada para com o campo, respeitando os valores que os alunos trazem da sua comunidade para a escola.

A realização do curso se deve a inclusão recente de Elesbão Veloso na zona do semiárido brasileiro junto a outros 54 municípios, 36 deles no Piauí. A vizinha Francinópolis, também inclusa no pacote de municípios que agora integram o semiárido também realizou os cursos naquela período.

A orientadora do curso lembrou que a preparação dos professores teve como finalidade dotar eles de ações para trabalhar não apenas em sala de aula, fora dela também, é na verdade, uma educação para além dos muros da escola.

- Os alunos aprendem na sala para serem disseminadores na família e na comunidade, o intuito é que eles vejam a importância do campo, porque nos dias de hoje existe muita migração de jovens, são vários ônibus deixando as cidades para outras regiões, a nossa meta é desmistificar e desconstruir isso. FOTOS








Nenhum comentário:

Postar um comentário