Professora Socorro Macedo avalia trabalhos do "Elesbão Em Ação", projeta evento para o próximo mês e diz que objetivo é fazer da Faeve um grande centro universitário.

sexta-feira, 3 de novembro de 2017

Professora Socorro Macedo avalia trabalhos do "Elesbão Em Ação", projeta evento para o próximo mês e diz que objetivo é fazer da Faeve um grande centro universitário.

Por José Loiola Neto/Destaques de Elesbão

Diretora geral da Faculdade de Elesbão Veloso-FAEVE, a professora Socorro Macedo destacou a realização do I Elesbão Em Ação, realizado sábado passado, dia 28/10 nas dependências da faculdade. Tendo a frente a Fundação Bastos, de Teresina, o evento contou com apoio da prefeitura por meio de suas secretarias e da própria Faeve que disponibilizou o espaço e tratou da logística para realização do evento.

- São eventos como este que a Faeve tem como propósito trazer à Elesbão Veloso, que são ações de responsabilidade social, dessa maneira eu parabenizo a secretária de saúde Maria Augusta e os demais envolvidos, os alunos da Faeve, que estiveram todos empenhados, ajudando na organização, tivemos também muitos professores ajudando. É um evento grandioso, infelizmente, o tempo quente prejudica um pouco, a energia elétrica também não contribui, os acondicionados não seguram ligados, mas o objetivo maior é o atendimento ao público.

Um dos serviços importantes oferecidos durante o Elesbão Em Ação pela Fundação Bastos, a verificação de crianças e adolescentes com autismo, a iniciativa foi também apoiada pela professora Socorro Macedo, que em entrevista ao Painel Popular/FM Eldorado disse que o autismo ainda é um problema desconhecido por muita gente.

- Eu como psicopedagoga fiz questão que dentre os serviços oferecidos pela fundação viesse o atendimento para verificação à pessoas com autismo justamente por se tratar de um problema onde os professores ainda encontram dificuldades em sala de aula, principalmente para detectar alunos que tenham essa necessidade especial, muitas vezes por desconhecer o que é o autismo.

Professora Socorro Macedo disse que a dificuldade em se perceber se uma criança é autista, é por conta dele possuir características muito parecidas com aluno hiperativo ou dislexo, daí somente um especialista na área, através de testes/avaliações que são feitos conseguem detectar o problema.

FAEVE promoverá "Conhecimento em Movimento" ainda neste mês de novembro

Na entrevista, a professora Socorro Macedo também tratou com relação o "Conhecimento em Movimento", evento de cunho educativo a ser promovido pela Faeve em parcerias com algumas entidades, previsto para acontecer nos dias 24 e 25 de novembro, oportunidade em que estarão envolvidas todas as escolas públicas(estaduais e municipais) e privadas, não apenas de Elesbão Veloso, mas de cidades aos arredores.

- Esse evento vai trazer palestras sobre necessidades especiais como o autismo, teremos noite de autógrafo, vamos dá oportunidade a vários autores locais de publicar seus trabalhos, também será lançado uma coletânea em CD de vários músicos e compositores elesbonenses, que por falta de condições não lançaram seus trabalhos.

Instigada a falar sobre os quase seis meses de atuação da Faeve em Elesbão Veloso, a professora Socorro Macedo disse que abrir uma instituição na crise atual que o país se encontra é preciso ter muita coragem.

- Nesse seis meses de trabalho tivemos dificuldades sim, mas essas dificuldades servem como lição, a gente tira ensinamentos, em meios a tantas dificuldades temos procurado nos sobressair, temos procurado envolver a comunidade, no geral, a receptividade da Faeve foi e tem sido muito boa, estamos começando devagarinho, está se firmando, e eu ainda vou fazer da Faeve um grande centro universitário, pois este é o meu grande objetivo.

Professora Socorro Macedo, diretora geral da Faeve fala a Eldorado FM

Nenhum comentário:

Postar um comentário