Após dois prejuízos provocados por defeitos na rede elétrica, lavrador "Carlos da Tapera" reclama da Eletrobras e diz temer por sua vida e de familiares: "situação complicada"

segunda-feira, 2 de abril de 2018

Após dois prejuízos provocados por defeitos na rede elétrica, lavrador "Carlos da Tapera" reclama da Eletrobras e diz temer por sua vida e de familiares: "situação complicada"

Carlos da Tapera: dois prejuízos em menos de um ano

Por José Loiola Neto/Destaques de Elesbão Veloso

Num espaço inferior a um ano, o lavrador Carlos da Tapera contabilizou dois prejuízos em face a morte de animais em sua propriedade. O primeiro em abril do ano passado, quando de uma só vez 18 ovelhas foram mortas, acredita-se que por um raio.

No caso mais recente, no primeiro dia desse mês, nada menos que 3 porcos morreram em decorrência de uma descarga elétrica oriunda de fios de alta tensão que passam as margens da estrada-- BR-316, próximo a sua casa, na localidade Tapera, que dista cerca de 16km da sede do município.

Ouvido por nossa reportagem, Carlos considerou ser extremamente sério o que vem acontecendo lá, acrescentou que após a última ocorrência procurou o escritório da Eletrobras em Elesbão Veloso e o que obteve como resposta foi como registro de falta de energia elétrica, algo prontamente descartado pelo lavrador.

- Eu não estou com problema de falta de energia, o problema lá é na rede de alta tensão, lá são três postes diretamente pegando fogo. Na vez em que as ovelhas morreram disseram que foi raio, tudo bem, quem sou eu para dizer alguma coisa, mas tenho minhas dúvidas, até acho que não, certo que na hora estava chovendo, só que a gente já percebia fogo vindo dos postes.

Carlos da Tapera explicou que nesse último registro em que os porcos foram mortos, os fios de alta tensão se desprenderam, a ligação é feita a partir de um encontro de chaves, além do que estaria faltando aterramento ou mesmo para-raios.

- Lá pega fogo direto. Estamos todos em riscos. A mulher lá em casa está assombrada, está nervosa, ela tem problema de pressão alta, nós estamos sofrendo e eu não posso abandonar minha moradia.

Carlos disse que o impacto produzido pelas chamas dos fios de alta tensão foi intensa, tanto que ele pensou que fosse um carro tombando na pista, ressaltando que pela graça de Deus não havia ninguém fora da casa naquele momento.

- Quem se deu mal foi os porcos que eu vi mortos ao amanhecer do dia. Fui apenas na casa do vizinho, o Lucineto que me informou que foi um fogo na rede. A Eletrobras precisa vê isso, foi a segunda vez envolvendo animais, tive prejuízos, já vim pelo menos duas vezes ao escritório para relatar o que está acontecendo e eles registram como falta de energia elétrica, e lá não temos problemas por falta de energia. Estou preocupado com minha família, e outra coisa: é uma enorme dificuldade para você adquirir alguma coisa e a gente perde tudo, e se eu perder um filho, minha mulher ou minha vida, quem vai responder por isso

Nenhum comentário:

Postar um comentário