Prefeito Ronaldo Barbosa não acredita em solução imediata para desemprego no país e faz projeção pessimista ao governo de Jair Bolsonaro: "não tem projeto para classe trabalhadora".

quinta-feira, 13 de dezembro de 2018

Prefeito Ronaldo Barbosa não acredita em solução imediata para desemprego no país e faz projeção pessimista ao governo de Jair Bolsonaro: "não tem projeto para classe trabalhadora".



Prefeito Ronaldo Barbosa em discurso em evento do STTR no último sábado (08).

Por José Loiola Neto, do Elesbão News

Durante reunião promovida pelo Sindicato dos Trabalhadores(as) Rurais de Elesbão Veloso, a última do ano de 2018, realizada sábado passado(8 de dezembro), no Cabana Club, falando para um público de aproximadamente 1.000 pessoas presentes ao encontro, o prefeito de Elesbão Veloso focou seu discurso em torno da interminável crise financeira e do desemprego que o país atravessa há algum tempo. Ronaldo Barbosa(PP) também teceu comentário com relação ao presidente eleito Jair Bolsonaro(PSL), a quem Ronaldo fez projeção pessimista quanto a seu governo, alegando que não vê o ex-militar com boas intenções para a classe trabalhadora, especialmente o homem do campo.
                      publicidade

- Sou muito sincero. Peço perdão a Deus se estiver errado, mas eu acho que Jair Bolsonaro não será um bom presidente para classe trabalhadora. O que a gente percebe a partir da composição da equipe dele é que seus ministros são pessoas totalmente desprovidas de interesse pelo Nordeste. O senhor Paulo Guedes, o chefão da economia já acenou com a possibilidade de congelar o salário mínimo para classe trabalhadora rural.

Ronaldo prosseguiu com as críticas ao novo presidente e acha pouco provável que ele dê atenção a região Nordeste, onde seu adversário na disputa eleitoral-- Fernando Haddad(PT) teve boa performance nas urnas. Para o prefeito de Elesbão Veloso, o Nordeste precisa de boa atenção, principalmente pelo fato dos trabalhadores serem responsáveis pelo desenvolvimento do país, no que diz respeito a mão de obra.

- Nos 9 estados da região Nordeste o Haddad ganhou a eleição. O Nordeste é a máquina que move a economia deste pais. A classe trabalhadora do Nordeste oferece seus serviços para estados como São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Goiás, Rio Grande do Sul. São esses trabalhadores que mesmo com dificuldades e escassez de chuvas, porém com muita luta e sol quente levar para suas casas o pão para suas famílias.

Sobre o Bolsa Família que durante a campanha eleitoral Bolsonaro prometeu pagar o 13º para os beneficiários, Ronaldo Barbosa observou que isso será possível apenas se houver inúmeros cortes das famílias atendidas pelo programa.
                      publicidade

- Em Elesbão Veloso tínhamos quase três mil bolsas famílias, houveram cortes. Sobre o pagamento do 13º que ele fala, será pago retirando de outros. No caso de Elesbão se são 3 mil, ele retira 2 mil, daqui a pouco são apenas 500 ai ele pode pagar não apenas o 13º, mas o 14º, 15º, o 20º salário do bolsa família.

No que diz respeito a crise econômica, Ronaldo Barbosa prevê a continuidade de dias sombrios, haja vista, que tal reflexo é perceptível a partir da manifestação de alguns munícipes que lhe procuram para narrar dificuldades vividas.

- Como prefeito percebo que 2015 foi ruim, assim como foi 2016, 2017 e está terminando 2018 muito ruim também, porque?, temos recebido muitas manifestações das pessoas dizendo: Ronaldo cortaram minha água, cortaram minha luz, cortaram meu Bolsa Família. São 13 milhões de desempregados no país e a gente não prevê uma solução rápida. Eu sozinho, como prefeito de uma cidade pobre como Elesbão Veloso não tenho como gerar emprego. Para mudar a situação é preciso a adoção de uma política macroeconômica. Quem tem que criar empregos em um país é o presidente da república, um presidente voltado para classe trabalhadora, mas ele(Bolsonaro) não vai ser. Acho que o problema do desemprego vai continuar durante os 4 anos do Bolsonaro. Espero que eu esteja errado, mas não vejo o novo presidente com intenções voltadas para classe trabalhadora. Ele está voltado para as grandes indústrias. Ele não vai incentivar a construção civil nem trabalhadores de outros segmentos que não prevê mão de obra qualificada.                    
                              publicidade

Nenhum comentário:

Postar um comentário