Ticker

6/recent/ticker-posts

Advertisement

Responsive Advertisement

PREOCUPANTE: Com Covid-19, professora elesbonense Kátya Lima Verde é intubada em estado grave; familiares e amigos estão em orações.

Kátya Lima Verde está intubada em uma UTI, com Covid

Por José Loiola Neto

A família Lima Verde segue passando por provações e submetida a adversidades. Certamente não se recuperou nem superou a perda de um dos seus entes para a Covid-19- o senhor Bianor Lima Verde Filho(Seu Lima), dia 4 de maio passado, agora uma de suas filhas, a professora Katya Lima Verde passa a travar uma luta contra o vírus. 

Neste sábado(22/5), no começo da tarde, em Teresina, em face o agravamento dos sintomas, ela precisou ser encaminhada a uma UTI e intubada, tendo em vista acelerar o processo de cura. 

Informações repassadas pelos familiares dão conta que o estado de saúde dela inspira cuidados. Por isso, nas últimas horas através das redes sociais, a família com apoio de amigos pedem orações pela saúde da professora.

Dias após a morte do senhor Lima Verde, misteriosamente, toda a família- Katya, as duas filhas e o esposo Franck testaram positivo para a Covid-19, ele alias, em razão do agravamento precisou ser intubado, mas nesta última sexta-feira recebeu alta e seguiu para casa. Ironia do destino ou não, pouco mais de 24 após, foi Kátya que precisou ser encaminhada ao hospital e internada numa UTI. 

Fato é que, toda a família, mas em especial, dona Dadaça(esposa) e Kátya não superou a perda de Seu Lima. Recordo bem que na noite do dia 24 de abril, quando ele foi intubado, Katya conversou comigo e disse que não resistiria se perdesse o pai, haja vista que Lima era uma figura muito importante em sua vida. 

Confesso que fiquei e estou um tanto surpreso. Imaginava que ela estava bem. Mas ao mesmo tempo estranhei a falta de contato, pois nos últimos dias não conversamos. Por outro lado, devo dizer que fiquei feliz pelo fato de Franck, mesmo tendo muitas agravantes provocadas pela saúde já debilitada vencer a doença. 

Talvez eu não estivesse inteirado completamente dos fatos. Agora resta-nos juntar a família nesse momento de extrema dificuldade, tensão e muita aflição. É um turbilhão de acontecimentos ruins, os dias passam, e nada muda, o número de mortos deixa uma marca cruel irrecuperável. Não está fácil para ninguém. Mas a família Lima Verde tem pago um alto preço na pandemia. 

Ainda estou incrédulo em relação a morte do amigo Lima Verde. Um otimista quando falávamos em relação a Covid-19. Ele se dizia forte e sem medo, infelizmente nos deixou de forma tão precoce, deixando tristeza nos corações daqueles que lhe amava, e o admiravam. 

Agora, rogo a Deus e daqui encaminho minha solidariedade e apoio ao esposo, filhas, a mãe dela dona Dadaça, irmãs, tios, tias, sobrinhos etc, afinal sou amigo de longas datas. 

Kátya é guerreira, lutou bravamente e superou várias batalhas. A narrativa no processo de luta pela recuperação da saúde do esposo anos atrás é uma prova de que está pronta para os embates. 

Não tenho dúvidas que por ser portadora de uma fé inquebrantável e praticante da palavra de Deus, e por está sempre em orações de modo obediente a Deus, vai superar e vencer a Covid-19. 

Acredite minha amiga Kátya. Vai dar certo, você vencerá, afinal Deus é bom o tempo todo, o tempo todo Deus é bom. 

Postar um comentário

0 Comentários