Advertisement

Responsive Advertisement

TEMPÃO: Elesbão Veloso está há mais de 600 dias sem festas em clubes.

 

Por José Loiola Neto

Por conta dos efeitos da pandemia do novo coronavírus, Elesbão Veloso completa neste domingo(26) 604 dias sem um evento festivo em clubes sediados na zona urbana do município. A última festa aconteceu em fevereiro do ano passado, um mês antes do começo da pandemia. 

Na zona rural, mediante as flexibilizações anunciadas pelo governo e contidas em decretos, alguns clubes já realizaram eventos com música ao vivo e público reduzido. 

Enquanto isso, na cidade, donos de clubes e proprietário de grupos musicais seguem ociosos, muitos amargando prejuízos aguardando a liberação dos setores responsáveis para tentarem se reerguerem do forte impacto. 

Em Elesbão Veloso, muitos artistas vivem da renda oriunda do setor da música e entretenimento e no decorrer da crise sanitário causada pela pandemia não receberam o apoio devido. 

Eles se queixam do fato de cidades próximas e menores que Elesbão Veloso já terem dado o pontapé da retomada, promovendo evento festas e eventos com base no que propõe os decretos do governo do estado, que esta semana abrandou ainda mais as regras, acabando com toque de recolher e autorizando a realização de ‘eventos-testes’ a partir deste domingo, dia 26/9. 

No entanto, algumas ressalvas precisam ser feitas, uma vez que os 'eventos-testes' poderão ocorrer desde que tenham sido aprovados previamente pelas vigilâncias sanitárias estadual e municipal, e apresentados em até 30 dias antes da data do início do anúncio e vendas de ingressos. 

Por metro quadrado, Elesbão Veloso possui pelo menos oito espaços festivos entre pequeno, médio e grande porte.

Postar um comentário

0 Comentários