Advertisement

Responsive Advertisement

APAE DO PIAUÍ faz história ao participar do Festival de Dança em Joinville-SC; diretor de artes José Cláudio Barbosa faz balanço do evento: "momentos gratificantes e enriquecedores". Veja fotos

 

Delegação apaeana do Piauí que foi a Joinville-SC

Por José Loiola Neto

Com êxito e sucesso, graças ao pai celestial e aos artistas da família Apaena, a delegação do Piauí encerrou na quinta-feira(14/10) suas apresentações no Festival Internacional de Dança, que aconteceu esta semana em Joinville-SC. 

A delegação do Piauí que esteve em terras catarinenses foi composta pela presidente das APAES no Piauí, senhora Keyla Linez; diretora administrativa  da APAE Teresina Márcia Kalume; José Cláudio Barbosa, diretor estadual de artes, professora e coreógrafa, responsável pelo número de dança Kelly e oito bailarinos. 

Ouvido pelo ELESBÃO NEWS, o diretor de artes da APAE Teresina, que esteve representando não apenas o Estado mas a região Nordeste no evento, a participação foi muito válida. De acordo com José Cláudio Barbosa, que também compõe o quadro diretivo da APAE de Elesbão Veloso, o número de destaque do Piauí- uma dança que exibiu um tanto da cultura do estado e suas principais nuances para os palcos de dança de Joinville, considerada a capital brasileira da dança, serviu para alavancar oportunidades para o futuro, uma vez que os artistas apaeanos deixaram no palco uma boa impressão. 

- Nossos artistas se apresentaram na quinta-feira, fazendo duas apresentações à tarde e uma outra apresentação à noite e os aplausos vieram de uma maneira muito espontânea dado a a agilidade, a técnica e a graciosidade dos nossos bailarinos, de modo que o Piauí conseguiu se destacar e prender o público nas arenas de apresentação e no teatro onde estivemos, pela beleza do trabalho. 

José Cláudio entende que a participação do Piauí foi por demais interessante, sobretudo porque abriu possibilidades  e oportunidades para novas pessoas do Brasil inteiro continuar e voltar a participar do Festival Internacional de Dança nos anos futuros. 

- É a primeira vez que isso acontece, pois o festival é muito rígido, é a primeira vez que eles abrem as portas para os artistas com deficiência intelectual e múltipla, tivemos aqui apresentações belíssimas, foi uma façanha importante para o Piauí, só seis estados participaram desse festival e do Nordeste apenas o Piauí, foi na verdade uma representatividade bem relevante por termos a oportunidade de representar não apenas o Estado mas a região. 

O diretor finalizou dizendo que a delegação retorna ao Piauío neste sábado com a bagagem um pouco mais pesada, com complementos que irão integrar as práticas no dia a dia, haja vista que os olhares durante o festival se ampliaram a ponto de serem observados novos horizontes. José Cláudio considerou oportuna a participação no festival porque também proporcionou um certo momento de lazer dentro de um roteiro turístico que contemplou a delegação. 

- Estivemos no Beto Carrero World, um dos maiores parques de diversões das américas, onde os alunos e artistas apaeanos tiveram a oportunidade de dividir espaços com pessoas dos Brasil e do mundo inteiro, curtiram os brinquedos, as atrações, tudo aqui foi  digno de louvor e gratidão, a vinda ao festival de Joinville foi gratificante para todos que integraram a família apaeana do Piauí. 













Postar um comentário

0 Comentários