ELETRIZANTE: Na pressão dos pênaltis, Piçarra desbanca Comercial de novo e vai a mais uma final em Elesbão Veloso.

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

ELETRIZANTE: Na pressão dos pênaltis, Piçarra desbanca Comercial de novo e vai a mais uma final em Elesbão Veloso.

Segurança: Goleiro Marquinhos mais uma vez salvou a Piçarra.
Por José Loiola Neto/Futebol Local

Com emoção a flor da pele até o final, Piçarra e Comercial fizeram um dos duelos alucinantes da atual Copa Cidade de Elesbão Veloso em mini-campo, válido por uma das semifinais do torneio, assim sendo ganhou o torcedor presente ao CRE neste domingo. Placar final: 2 a 2, eletrizante pela circunstância e nuances da partida. Ingredientes para para tal não faltaram. falha de goleiro, pênalti perdido e empate nos últimos segundos.

Foi mais um confronto entre as duas equipes em dois meses. Em todos, a Piçarra levou a melhor. Importa recordar que em dezembro passado na final do Campeonato do Alto, a Piçarra ficou com a taça, depois de ganhar nos pênaltis, empate por 1 a 1 no tempo regulamentar.

Em jogo da fase classificatória dessa Copa Cidade em mini-campo, a Piçarra ganhou do time do bairro Capitão Mundoco por 2 a 1. E ontem, em mais um tira-teima, os comandados de Raimundinho Milito ratificaram a vantagem sobre o time comandado por Zé Monteiro.

O primeiro tempo já foi emocionante. A Piçarra abriu o marcado por intermédio de Ribamar contando com a singela colaboração do bom goleiro Rato, que não estava numa tarde feliz. A Piçarra teve chance de ampliar. Em cobrança de pêNo segundo, tempo, o mesmo Ribamar em cobrança de falta ampliou e de novo Rato falhou- 2 x 0 Piçarra.

Depois disso, a Piçarra adotou um postura mais defensiva, chamou o adversário para o seu campo e passou a cometer faltas, sendo punida pela marca da sexta infração, que dá direito a tiro livro direto do adversário. Foi em um desses lances que o Comercial reduziu e pôs fogo no jogo.

Empurrada por sua torcida, o Comercial foi com tudo, a Piçarra continuava na base do administrar o resultado, foi punida: tomou o empate, na 'bacia das almas' o Comercial igualou o placar com o jovem Léo Monteiro, que foi para torcida, tirou a camisa, extravasou, foi punido com cartão amarelo. Arbitragem ainda adicionou três minutos ao tempo normal, mas o gol de desempate não saiu. 2 x 2.

A partida teve arbitragem de Cruz de Francinópolis e Antonio Francisco de Novo Oriente. O treinador Raimundinho Milito, da Piçarra foi expulso após desrespeitar o apitar Cruz exatamento no momento do empate do Comercial. Ao longo da partida foram mostrados 5 cartões amarelos.

Nos pênaltis, depois das cobranças perfeitas de Babo, Ribamar e Jeferson para Piçarra e Taynan e Lelê para o Comercial, marcando 3 x 2 para a Piçarra; Kassinho Valença tinha obrigação de converter para empatar, ele chutou, o goleiro Marquinhos defendeu e a Piçarra comemorou o feito de chegar a quarta final em menos de um ano. O adversário do próximo domingo será o Real Cirino.
 
FICHA TÉCNICA
 

PIÇARRA 2(3) X 2(2) COMERCIAL
 

Motivo: Copa Cidade de Elesbão Veloso em minicampo- semifinal- jogo único
 

Data-dia-hora: 25 de fevereiro 2018- domingo- 16h.
 

Arbitragem: Cruz, de Francinópolis e Antonio Francisco, de Novo Oriente
 

Gols: Ribamar-2(PIÇARRA); Kassinho Valença e Léo Monteiro(COMERCIAL)
 

Cartões amarelos: Kelton e Léo Monteiro(COM); Zinha, Ribamar e Jeferson(PIÇA)
 

Renda da rodada dupla: R$ 1.160,00
 

PIÇARRA: Marquinhos; Dedé, Eri, Zinha, Ribamar, Babo e Jeferson. Entraram: Alexandre, Mayke e Fransquinho. Técnico: Raimundinho Milito
 

COMERCIAL: Rato; Cássio Alta Vista, Kelton, Taynan, Minó, Lelê e Kassinho Valença. Entraram: Irisvan e Lucas. Técnico: Zé Monteiro.































Nenhum comentário:

Postar um comentário