Nequinha Cilidona diz que furto contra a Loja do Povo rendeu prejuizo de R$ 9 mil e cobra respostas: "não tem investigação".

sábado, 28 de julho de 2018

Nequinha Cilidona diz que furto contra a Loja do Povo rendeu prejuizo de R$ 9 mil e cobra respostas: "não tem investigação".

Marca de arrombamento contra o comércio em Elesbão Veloso. Foto> arquivo Elesbão News

Por José Loiola Neto

Durante a madrugada do dia 12 de julho último, pela quarta vez nos últimos anos, a Loja do Povo, situada à Rua 13 de Maio, centro de Elesbão Veloso, sofreu mais um arrombamento seguido de furto. Conforme o proprietário Neca Cilidona em conversa com nossa reportagem, o prejuízo estimado após a ação consumada por bandidos gira em torno de R$ 9 mil. Mais desconfortável do que o furto, acrescente Nequinha, é a falta de respostas em torno dos casos.

- Quanta perseguição contra mim. E o que que eu acho mais triste é que não tem uma investigação, e eu estou aqui cobrando isso. A gente paga segurança, o pessoal passa na rua, eu ligo para os segurança, sendo que após o fato já questionou os responsáveis e não obtive respostas. Outro detalhe: as câmeras colocadas pela prefeitura pelo que me falaram não estão funcionando ainda. Sou vítima pela quarta vez, é um absurdo.

Perguntado como reage aos tombos provocados pela bandidagem, Neca disse que encara tudo dentro da mais perfeita normalidade, pois é o retrato do País, tomado por muita corrupção.

- É um falta de vergonha, vivemos em um pais que falta tudo, ainda por cima falta vergonha na cara dos políticos.

Em 2012, Neca foi vítima de um furto até hoje não esclarecido, em plena noite de 16 de maio daquele ano, uma D-20 pertencente ao empresário foi levada, instante em que encontrava-se estacionada em frente a sua casa na Rua John Kennedy, no Bairro de Fátima.

- Nunca apareceu e pelo o que consta nunca houve investigação de nada, é outro mistério que está por ser desvendado. Isso me deixa aborrecido e chateado, pois não há nenhuma resposta, isso é o pior.

Com relação ao último furto a Loja do Povo, reforçando o que o Painel Popular já havia antecipado, Neca confirmou que dentre outros produtos subtraído pelos ladrões estão 5 televisores, um micro system, uma caixa de som amplificada, dois fogões, sendo um de mesa, um aparelho de DVD.

- Sofri mais um baita prejuízo, cerca de R$ 9 mil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário